PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Pais de Madeleine McCann lamentam pelo aniversário de 18 anos dela

A polícia procura por Madeleine McCann, que desapareceu em Portugal em 2007 - PA MEDIA
A polícia procura por Madeleine McCann, que desapareceu em Portugal em 2007 Imagem: PA MEDIA
do UOL

Colaboração para o UOL

04/05/2021 10h33

O dia 3 de maio marca os anos de desaparecimento da então garota de três anos Madeleine McCann. A inglesa teria sido raptada do quarto de hotel em Portugal onde dormia com os dois irmãos gêmeos mais novos enquanto os pais estavam em um restaurante próximo com amigos. Já são 14 anos sem notícias de Madeleine.

Apesar disso, Kate e Gerry, pais da garota, continuam ativamente procurando pela filha e compartilham algumas mensagens no site que reúne informações sobre o caso. Além do desaparecimento, maio também é o mês de aniversário de Madeleine, que completaria 18 anos no dia 12.

"Todo maio é difícil, um lembrete dos anos que passaram, dos anos perdidos ou roubados. Esse ano é particularmente difícil, porque deveríamos estar comemorando os 18 anos de Madeleine", escreveram.

Os pais de Maddie, como era chamada pela família, disseram que a pandemia dificultou a investigação do caso, que está em aberto até hoje. "Temos esperança, por menor que seja, que veremos Madeleine de novo. Como já falamos várias vezes, precisamos saber o que aconteceu com nossa amável filha, independente de tudo", completaram.

Na mensagem, Kate e Gerry aproveitaram para agradecer os esforços da polícia e falaram que são gratos também pelo apoio do público até hoje. A polícia britânica, segundo o Daily Mail, teria pedido £12 milhões em recursos para continuar a busca pela garota.

Normalmente, no dia do desaparecimento de Madeleine há um evento aberto para as pessoas rezarem por ela, mas devido à pandemia esse foi o segundo ano em que a família realizou a cerimônia de forma privada. Mesmo assim, os pais dela convidaram quem se comove com o caso a lembrar e orar por Maddie de forma remota.

O maior suspeito de ter sequestrado Madeleine é Christian Brueckner, condenado por pedofilia e estupro. Na época do crime, o alemão morava em Algarve, Portugal.

Ele fazia alguns bicos na área onde a família de Maddie estava hospedada e tinha uma reputação de realizar roubos em hotéis daquela região. A polícia britânica ainda trata o caso como desaparecimento, já que não há provas suficientes de que Madeleine está viva ou morta.

Notícias