PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Diretora-geral da OMC nomeia seus quatro adjuntos

04/05/2021 11h51

Genebra, 4 Mai 2021 (AFP) - A diretora-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC) nomeou nesta terça-feira (4) seus quatro diretores auxiliares, dois deles mulheres.

A Dra. Ngozi Okonjo Iweala, a primeira mulher a liderar a instituição com sede em Genebra, escolheu a americana Angela Ellard e a costarriquenha Anabel González como assistentes, bem como o diplomata francês Jean Marie Paugam e o chinês Xiangchen Zhang, recentemente nomeado vice-ministro do Comércio, segundo uma declaração.

"É a primeira vez na história da nossa organização que metade dos diretores-gerais-adjuntos são mulheres. Isso ressalta meu compromisso em fortalecer nossa organização com líderes talentosos e, ao mesmo tempo, alcançar o equilíbrio de gênero na direção", destacou Okonjo Iweala.

Anabel González foi ministra do Comércio Exterior da Costa Rica e também trabalhou no Banco Mundial e na OMC, onde foi diretora do departamento de Agricultura e Matérias-Primas.

Angela Ellard passou a maior parte de sua carreira no Congresso dos Estados Unidos como conselheira. "A sra. Ellard negociou e concluiu importantes documentos e leis bipartidários por mais de 25 anos com membros do Congresso e funcionários dos governos Trump, Obama, Bush e Clinton", sublinha a OMC em sua declaração.

Jean Marie Paugam é atualmente o representante permanente da França na OMC. Paugam "adquiriu um conhecimento profundo e prático dos vínculos entre governo e comércio e tem experiência em diálogos de alto nível sobre comércio internacional e operações econômicas", destaca a OMC.

Xiangchen Zhang também foi representante permanente de seu país na OMC até o final de 2020 e tem uma carreira de 30 anos dedicada ao comércio internacional.

vog/rjm/eb/cco/mab/mb/mr

Notícias