PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Jovem que matou 5 em creche tentou se matar e está em estado grave

do UOL

Abinoan Santiago e Hygino Vasconcellos*

Colaboração para o UOL, em Florianópolis e Saudades (SC)

04/05/2021 13h26Atualizada em 04/05/2021 19h01

O jovem de 18 anos que invadiu hoje uma creche em Saudade, a cerca de 446 km de Florianópolis (SC), e matou cinco pessoas, entre elas três crianças e duas adultas, tentou se matar e está em estado grave, segundo o comandante dos Bombeiros, capitão Leonardo Ecco. Horas antes, a SSP (Secretaria de Segurança Pública) de Santa Catarina havia divulgado que o estado era gravíssimo.

O homem — que não teve identidade revelada — usou uma faca para desferir os golpes nas vítimas. Depois usou o mesmo objeto para tentar o suicídio. Ele foi encaminhado para a Associação Hospitalar Beneficente de Pinhalzinho, mas foi transferido no começo da tarde para o Hospital Regional de Chapecó e está passando por um procedimento cirúrgico, de acordo com a assessoria do hospital.

Enquanto ele permaneceu no hospital em Pinhalzinho, dezenas de pessoas se dirigiram ao local e policiais foram chamados para evitar um tumulto na porta do estabelecimento. Posteriormente, o suspeito foi transferido para Chapecó (SC).

De acordo com a SSP, em nota, equipes da Polícia Militar, da Civil, o Corpo de Bombeiros e o Instituto Geral de Perícias atuam na ocorrência, que segue em andamento.

"É um jovem de família muito boa", diz prefeito vizinho

Em entrevista à BandNews FM, o prefeito da cidade de Chapecó, João Rodrigues (PSD), afirmou que o jovem é de uma família conhecida da cidade de Saudades e que seu ataque foi interrompido por populares. Saudades fica na região de Chapecó.

É um jovem de família muito boa, não se sabe se teve um desequilíbrio mental. Ele matou duas crianças, matou uma professora [números que depois subiram] e só não foi mais longe porque houve intervenção de um metalúrgico e de um pedreiro, que pegaram o garoto e o interromperam com golpes de barras de ferro

"Não se tem confirmação se foi um surto repentino, ou se foi algo desses jovens de internet. O jovem é de uma família conhecida na cidade, pessoas de bem, não é uma família com problemas. A mãe do garoto está com problemas de câncer. E os motivos, ninguém sabe. Ele foi levado para um hospital da cidade de Pinhalzinho. Ele tentou suicídio e foi ferido pelos populares, para pará-lo, porque ele não ia parar seu ataque", concluiu o prefeito de Chapecó.

Centro de Valorização da Vida

Caso você esteja pensando em cometer suicídio, procure ajuda especializada como o CVV (Centro de Valorização da Vida) e os CAPS (Centros de Atenção Psicossocial) da sua cidade. O CVV funciona 24 horas por dia (inclusive aos feriados) pelo telefone 188, e também atende por e-mail, chat e pessoalmente. São mais de 120 postos de atendimento em todo o Brasil.

* Colaborou Rafael Bragança e Beatriz Gomes, do UOL, em São Paulo

Notícias