PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Vendedor da Fiat gera prejuízo de R$ 47 mi por vender descontos a clientes

FCA logo - Divulgação
FCA logo Imagem: Divulgação
do UOL

Do UOL

Em São Paulo (SP)

03/05/2021 13h10

Um vendedor da Fiat Chrysler Automobiles (FCA) acabou gerando um prejuízo de cerca de US$ 8,7 milhões (R$ 47,4 milhões) ao atual grupo Stellantis devido a fraudes. Apollon Nimo, de 34 anos, chefiou por mais de uma década um esquema de venda ilegal de descontos que eram exclusivos para funcionários a pessoas não qualificadas a receber o benefício.

Com isso, os compradores tinham 5% de desconto, e as coisas tomaram tal proporção que Nimo se tornou o maior vendedor dos Estados Unidos na concessionária Parkway Chrysler Dodge Jeep Ram, em Michigan.

Ao lado dos descontos, os bônus recebidos por Nimo também estão contabilizados neste número. De acordo com o site Auto News, ele recebeu US$ 700 mil (R$ 3,8 milhões) da concessionária além de seu salário entre 2010 e 2019.

O esquema foi descoberto após funcionários da FCA reclamarem que seus números de registros estavam sendo usados sem consentimento. A investigação interna chegou a Nimo, que utilizou 268 registros diferentes entre 2016 e 2018. Estes números eram vendidos em grupos de Facebook.

Os investigadores ficaram especialmente desconfiados quando Nimo vendeu cerca de 250 veículos apenas em janeiro de 2020. O homem foi preso e pode pegar até 20 anos de pena.

"A FCA US está comprometida em preservar a integridade de nossos programas de compra de funcionários e está cooperando com o Ministério Público dos EUA", disse a montadora em um comunicado.

"Observamos que os revendedores são empresas independentes e são os únicos responsáveis por sua conduta e operações. Como o assunto está em andamento, não podemos discuti-lo mais no momento."

Notícias