PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Governo leiloa 12 carros de luxo apreendidos pela PF em SC; veja lances

Ministério da Justiça vai leiloar em maio carros de luxo apreendidos pela PF; lance inicial de Ferrari Califórnia é de R$ 659 mil - Ministério da Justiça e Segurança Pública/Divulgação
Ministério da Justiça vai leiloar em maio carros de luxo apreendidos pela PF; lance inicial de Ferrari Califórnia é de R$ 659 mil Imagem: Ministério da Justiça e Segurança Pública/Divulgação
do UOL

Andréia Martins

Do UOL, em São Paulo

30/04/2021 16h39Atualizada em 30/04/2021 16h54

O Ministério da Justiça, por meio da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas, vai leiloar em maio 12 carros de luxo apreendidos pela Polícia Federal em uma operação contra o tráfico de drogas internacional em Santa Catarina.

Entre os automóveis, vão a leilão uma Ferrari Califórnia modelo 2010, com lance inicial de R$ 659.334,00; uma Mercedes Benz E400, ano 2016, com lances a partir de R$ 159.768,00; e uma Land Rover R.R SPT 3.0, a partir de R$ 130.300,00.

Os carros foram apreendidos em 2019, na Operação Joias do Oceano. Na época, PF afirmou que os bens alvo da ação somavam mais de R$ 70 milhões.

O leilão já está aberto para lances online até o dia 26 de maio no site (acesse aqui). Caso algum carro não seja arrematado, os lances serão estendidos até o dia 31 de maio, a partir de 80% do valor avaliado pelo mercado para gerar mais atratividade.

O recurso arrecadado com o leilão será destinado ao Fundo Nacional Antidrogas, para o financiamento de projetos de capacitação de profissionais, aquisição de tecnologias e o reforço da segurança pública e do combate às drogas no país.

Arrecadação com leilões em 2021 somam R$ 37 milhões

Balanço divulgado pela secretaria no início do mês mostrou que em 2021 já foram arrecadados R$ 37 milhões nos 48 leilões do patrimônio apreendido de criminosos no país.

O número de leilões é quatro vezes maior do que o realizado no mesmo período de 2020. Quanto à arrecadação, o valor é 10 vezes maior do que a registrado no primeiro trimestre do ano passado, quando os bens leiloados geraram R$ 3,5 milhões.

Desde o início da pandemia da covid-19, os leilões passaram a ser 100% online, abertos para a participação de cidadãos de todo o Brasil. Este ano já foram leiloados imóveis milionários, joias, veículos, além da conversão de mais de R$ 18,7 milhões em moedas estrangeiras confiscadas.

Notícias