PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
15 dias

Governo de SP volta a pedir à Saúde fim de requisição do kit intubação

Arquivo - De acordo com o secretário, a aquisição dos medicamentos continua acontecendo, porém "em quantidade muito pequena e com entregas postergadas" - Sergio Andrade/Governo do Estado de São Paulo
Arquivo - De acordo com o secretário, a aquisição dos medicamentos continua acontecendo, porém "em quantidade muito pequena e com entregas postergadas" Imagem: Sergio Andrade/Governo do Estado de São Paulo

Pedro Caramuru

Em São Paulo

19/04/2021 13h12

O governo do estado de São Paulo voltou a pedir hoje para que o Ministério da Saúde suspenda a requisição para medicamentos utilizados na intubação de pacientes graves acometidos pela covid-19.

Segundo o secretário estadual de Saúde, Jean Carlo Gorinchteyn, "se o estado de São Paulo não tivesse tido requisições administrativas pelo Ministério da Saúde, teríamos quantitativo suficiente tanto para o estado quanto para o município durante período considerável".

De acordo com o secretário, a aquisição dos medicamentos continua acontecendo, porém "em quantidade muito pequena e com entregas postergadas".

"Conclamamos ao Ministério da Saúde para que retire a requisição administrativa para que o estado de São Paulo como todos os outros possam adquirir produtos de uma forma mais célere, na quantidade necessária, sem depender de comércio internacional", completou.

Para o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), o governo federal precisa revogar a medida do Ministério da Saúde. "Se o fizer, não só São Paulo como os demais estados voltarão a fazer a aquisição destes medicamentos diretamente dos laboratórios", afirmou Doria. A medida foi posta em efeito em março durante pico da covid-19 em março a fim de evitar o desabastecimento dos medicamentos.

Notícias