PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Bolsonaro diz que Fiocruz entregará 18 milhões de vacinas em abril

Presidente se queixou de escolas fechadas - Reprodução
Presidente se queixou de escolas fechadas Imagem: Reprodução
do UOL

Eduardo Militão

Do UOL, em Brasília

18/04/2021 15h15

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que, até o final de abril, a Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz) vai entregar 18 milhões de vacinas. Segundo ele, serão Serão 4,6 milhões nesta semana e mais 6,7 milhões na outra. A vacinação é considerada o melhor método de enfrentamento da pandemia de coronavírus, que já matou mais de 370 mil pessoas no Brasil.

O anúncio foi feito na tarde deste domingo (18) em rede social do presidente. Para maio, junho e julho, a previsão é que as entregas sejam de 21,5 milhões, 34,2 milhões e 22 milhões, de acordo com Bolsonaro.

Presidente critica escolas fechadas

O presidente ainda criticou governadores e prefeitos que fecharam escolas durante a pandemia. O objetivo é limitar a circulação de pessoas e do vírus durante a pandemia enquanto as vacinas não chegam a todos os 210 milhões de brasileiros.

Bolsonaro disse que o país é "um dos com o maior tempo" de fechamento instituições de ensino do mundo. Com as escolas fechadas, os alunos estão estudando à distância, pela internet. Nos locais onde os estudantes não possuem celulares ou computados, são distribuídas tarefas às crianças e adolescentes.

No mês passado, dados da Secretaria de Educação de São Paulo mostraram que menos de 20% dos casos suspeitos de covid nas escolas do estado foram confirmados. Os números comprovaram o comprometimento das unidades com o monitoramento da doença, avaliou o coordenador da Comissão Médica da secretaria, Wanderson Oliveira.

A Secretaria de Educação recomendou, enquanto o estado estiver na fase vermelha, a recomendação é para que os alunos que puderem devem seguir com o ensino remoto.

Notícias