PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

RJ: Banner mostra máscara de cabeça para baixo em campanha de R$ 13 milhões

Banner de campanha do governo do Rio mostra máscara de cabeça para baixo - Reprodução/Twitter/_fabioreis
Banner de campanha do governo do Rio mostra máscara de cabeça para baixo Imagem: Reprodução/Twitter/_fabioreis
do UOL

Gilvan Marques

Do UOL, em São Paulo

11/04/2021 16h41

Imagens de uma campanha promovida pela Secretaria Estadual de Saúde do Rio e que incentiva a vacinação contra a covid-19 mostram o uso da máscara de proteção facial de cabeça para baixo. A gafe foi percebida inicialmente por internautas e repercutiu nas redes sociais.

A peça publicitária, que faz parte da campanha intitulada "Rio Abraça a Vacina", foi exibida nas ruas do Rio antes que a falha fosse notada. Ela é acompanhada da seguinte frase: "A vacinação no estado do Rio de Janeiro começou".

Ao UOL, o governo do Rio de Janeiro admitiu o erro e pediu desculpas à população. Segundo a assessoria de imprensa, as peças publicitárias da primeira fase da campanha foram recolhidas na sexta-feira (9) e uma segunda fase irá para as ruas na próxima terça (13). Leia a íntegra do comunicado abaixo.

Conforme noticiou o jornalista Ruben Berta em seu blog no dia 15 de março, a campanha "Rio abraça a vacina" custou R$ 13 milhões e foi contratada a jato. A pasta deu um prazo de dois dias úteis para que empresas interessadas apresentassem suas propostas. A Propeg foi a única agência que concordou em realizar o serviço.

Em seu perfil, no Twitter, Berta relatou ainda que "originalmente, na apresentação da agência de publicidade Propeg, os personagens sequer estavam de máscara".

Nas redes sociais, o uso incorreto do acessório não passou despercebido. Uma das pessoas que criticaram a peça foi a deputada federal Jandhira Feghali (PCdoB-RJ).

"A máscara nesta propaganda parece... de cabeça pra baixo? É sério isso?! A gente precisa dizer que máscara errada atrapalha na proteção?!", escreveu ela.

Comunicado do governo do Rio na íntegra

A Comunicação da Secretaria de Estado de Saúde (SES) e a Publicidade do Governo do Estado do Rio pedem desculpas por não terem percebido esse equívoco no uso da máscara dentro do nosso maior intuito nesta campanha: incentivar as pessoas que já podem se vacinar a buscar a imunização contra a Covid-19 e a manter as medidas de proteção. As peças publicitárias da primeira fase da campanha já foram recolhidas ontem (09.04) e uma segunda fase irá para as ruas nesta terça-feira (13.04).

Notícias