PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
15 dias

Mulher revida ataque e mata ex-marido ao se proteger de violência doméstica

Caso aconteceu em Campo Grande (MS) - Reprodução/Site Prefeitura de Campo Grande
Caso aconteceu em Campo Grande (MS) Imagem: Reprodução/Site Prefeitura de Campo Grande
do UOL

Naian Lopes

Colaboração para o UOL, em Pereira Barreto (SP)

10/04/2021 14h11

Um homem de 33 anos foi morto na manhã de hoje após atacar a ex-mulher a facadas por não aceitar o fim do relacionamento. O crime aconteceu no bairro Jardim Bastistão, em Campo Grande (MS).

Segundo informações dos policiais que atenderam ao caso, o suspeito, identificado como Rafael da Silva, pulou o muro do imóvel onde vive a vítima, de 24 anos, com uma faca e a machucou. A mulher revidou a agressão com outra faca para se defender, atingindo-o no abdômen, e o homem acabou não resistindo aos ferimentos e morreu no local.

Ela contou aos agentes de segurança pública que o rapaz não aceitava o fim do relacionamento. O acusado de tentar matá-la teria dito no meio da briga que ela estaria vivendo outro romance.

O ex-casal tem duas filhas e as crianças estavam na casa do avô, assim como a jovem. A mãe da vítima relatou aos policiais que as agressões de Rafael na mulher eram comuns e que a garota não denunciou por ter medo e vergonha.

A vítima foi encaminhada para a Santa Casa, apresentando ferimentos no braço e na mão, tendo que passar por avaliação médica. Já no local do crime foi feita perícia e acabaram sendo encontradas três facas.

O boletim de ocorrência foi registrado como homicídio simples e tentativa de feminicídio. O caso será investigado.

Homem tinha histórico de crimes

Em 2015, Rafael se entregou à polícia depois de ser acusado de esfaquear um segurança de um shopping de Campo Grande. Apesar de ter acertado o profissional do estabelecimento, seu objetivo era assassinar uma antiga companheira, que trabalhava no local.

Na época, ele prestou depoimento e foi levado para o sistema penitenciário. Já a vítima foi levada para a Santa Casa com um corte superficial. Após receber atendimento médico, o homem foi liberado para casa.

Além de tentativa de homicídio e lesão corporal dolosa, Rafael tinha uma ficha corrida grande por furto, porte ilegal de arma, violência doméstica e roubou, chegando a pegar um valor de R$ 18 mil em um assalto.

Notícias