PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Secretário pessoal de ex-presidente panamenho é preso na Itália

08/04/2021 16h38

Cidade do Panamá, Panamá, 8 Abr 2021 (AFP) - O secretário pessoal do ex-presidente panamenho Ricardo Martinelli (2009-2014) foi preso na Itália, após passar anos foragido da Justiça, que o procurava por escândalos de corrupção que também apontam para o ex-chefe de Estado, anunciou nesta quinta-feira o governo do Panamá.

"Segundo informações recebidas de autoridades italianas, Adolfo de Obarrio Manzini está detido desde a noite deste 7 de abril, na cidade de Milão", informou a chancelaria panamenha. De Obarrio, 39, foi secretário pessoal de Martinelli durante seu mandato e fugiu do Panamá em 2014, com o início das primeiras investigações contra o ex-governante por corrupção.

Em junho, Martinelli enfrentará um julgamento por escutas ilegais, enquanto a promotoria também busca que ele responda por lavagem de dinheiro. Além de De Obarrio, uma dúzia de ex-ministros de Martinelli foram detidos em vários casos.

A Justiça panamenha acusa De Obarrio de vários crimes em um programa estatal de ajudas, pelo qual também foram investigados Martinelli e vários de seus ministros. De Obarrio é acusado de enriquecimento ilícito, peculato, fraude e corrupção de funcionários, por suspeita de ter inflado preços em vários contratos e de ter cobrado propina de empresários.

Martinelli afirma que as acusações se tratam de uma perseguição política para impedir que ele se candidate nas eleições gerais de 2024.

jjr/yo/lb

Notícias