PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Primeiro-ministro italiano chama presidente turco de 'ditador'

08/04/2021 15h54

Roma, 8 Abr 2021 (AFP) - O primeiro-ministro italiano Mario Draghi chamou nesta quinta-feira (8) o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, de "ditador" ao condenar o desprezo contra a presidente da Comissão Europeia Ursula von der Leyen, durante uma reunião nesse país.

"Fiquei incomodado com a humilhação que a presidente da Comissão Europeia teve que suportar, vamos chamá-los pelo o que são, ditadores", afirmou Draghi em coletiva de imprensa em Roma.

No ocorrido, apelidado de "Sofagate", que se tornou uma polêmica e um incidente diplomático, o presidente turco recebe Von der Leyen, chefe do Executivo da UE, sem uma cadeira reservada, enquanto Charles Michel, presidente do Conselho Europeu, ocupa o seu assento em frente à respectiva bandeira.

"Não compartilho absolutamente do comportamento do presidente turco com a presidente da Comissão (...). Não foi uma conduta adequada", afirmou Draghi.

É "um desses ditadores com os quais precisamos colaborar (...), mas tems que ser francos e manifestar a própria diferença de visão, de opinião, de comportamento, de visão da sociedade, mas também temos que estar dispostos a colaborar para cooperar pelo próprio interesse do país", explicou.

ljm-kv/mb/aa

Notícias