PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Monge budista é resgatado de caverna inundada após quatro dias preso

Monge busdista havia entrado em uma caverna para meditar - REUTERS
Monge busdista havia entrado em uma caverna para meditar Imagem: REUTERS
do UOL

Colaboração para o UOL, em São Paulo

08/04/2021 14h07

Um monge budista foi resgatado na Tailândia após ter ficado quatro dias preso em uma caverna que ficou inundada. De acordo com informações da Reuters, Phra Ajarn Manas, de 46 anos, estava em uma peregrinação quando entrou na caverna de Phra Sai Ngam, nas proximidades da cidade de Phitsanulok, para meditar.

No domingo (4), uma tempestade fora de época atingiu o local, inundando parte da caverna e prendendo o homem. Ao todo, 17 mergulhadores participaram da operação de resgate. Eles deram a Manas uma máscara de mergulho, para que fizesse um nado de 12 metros abaixo d'água.

Na terça-feira, o monge continuava preso e a equipe estava preocupada que ele pudesse "estar exausto ou inconsciente por não ter nenhuma comida". As buscas precisaram ser suspensas na ocasião porque o nível da água começou a aumentar.

A unidade de resgate confirmou na quarta-feira que havia conseguido retirar Manas da caverna, por volta das 11h30 no horário local.

Notícias