PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Dubai deportará responsáveis por vídeo erótico em sacada

Polícia de Dubai puniu mulheres e fotógrafo responsáveis por vídeo de nudez  - Reprodução/YouTube
Polícia de Dubai puniu mulheres e fotógrafo responsáveis por vídeo de nudez Imagem: Reprodução/YouTube

De Dubai

06/04/2021 19h23Atualizada em 06/04/2021 19h31

Autoridades de Dubai confirmaram hoje a deportação das pessoas detidas durante uma gravação com modelos sem roupa na sacada de um prédio do emirado.

As imagens de nudez viralizaram nas redes sociais mesmo diante da legislação restrita da região, que considera quaisquer imagens sensuais pornografia, passível de prisão.

Segundo a agência russa Life, 40 mulheres estavam envolvidas na gravação, mas a punição mais pesada, com uma multa que pode chegar a mais de R$ 700 mil, seria direcionada ao fotógrafo, identificado como Alexey Kontsov, de 33 anos, que teria registrado e postado as imagens na web.

Agora, ele e outras pessoas envolvidas na cena, que não foram identificadas, devem ser enviadas de volta aos seus países de origem.

Fotos publicadas na internet na semana passada mostravam ao menos 18 das modelos posando nuas em um apartamento na região da Marina de Dubai.

Segundo as agências, todas eram estrangeiras: russas, ucranianas, bielorrussas e moldavas com cerca de 20 anos.

"A Promotoria completou a investigação sobre uma sessão de fotos divulgada recentemente que contradiz a lei dos Emirados Árabes Unidos", disse o escritório de imprensa de Dubai em um tuíte em seu perfil oficial.

"As pessoas envolvidas serão deportadas dos Emirados Árabes Unidos. Não serão feitos outros comentários sobre o assunto", acrescentou o comunicado.

A polícia de Dubai emitiu no sábado uma nota na qual informava a detenção de um grupo que aparecia em um "vídeo indecente", destacando que o comportamento era "inaceitável".

Notícias