PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Teatro alla Scala vira foco de Covid em Milão com 50 casos

04/03/2021 17h30

MILÃO, 4 MAR (ANSA) - Um novo foco do coronavírus Sars-CoV-2 foi registrado no Teatro alla Scala, principal casa de ópera de Milão e da Itália, após cerca de 50 pessoas serem diagnosticadas com a Covid-19.   


A informação foi confirmada nesta quinta-feira (4) pelo superintendente do local, Dominique Mayer, durante reunião com os sindicatos italianos.   


O executivo revelou que 35 dançarinos, três membros da direção de elenco do díptico de Kurt Weill, além de dois cabeleireiros e funcionários da alfaiataria testaram positivo para o novo coronavírus. Em decorrência dos novos casos, os ensaios foram suspensos.   


O elenco do díptico de Kurt Weill, dirigido por Riccardo Chailly, estava fazendo os ensaios de palco nos antigos pavilhões de Ansaldo e ainda não havia entrado em contato com a orquestra.   


"Nas verificações - que são realizadas em colaboração com o hospital Sacco, também para analisar se existem variantes do vírus - a orquestra e os professores do coro estão todos negativos e, portanto, está confirmado o concerto sinfônico dirigido pelo maestro Myung-Whun", afirmou Mayer.   


Este não é o primeiro surto no "La Scala": em novembro passado houve um surto entre os coristas, com cerca de 50 casos positivos, o que provocou o cancelamento da apresentação da nova produção de "Lucia di Lammermoor".   


As atividades da dança já haviam sido cautelosamente suspensas a partir de 26 de fevereiro, após uma dançarina testar positivo nos exames que são feitos regularmente na equipe do Teatro.   


Na ocasião, estava programada uma gravação da "Homenagem a Nureyev", que seria transmitida no dois dias depois. No entanto, foi adiada para uma data posterior. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Notícias