PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Casal tem residência incendiada após dizer 'não' a corretor de imóveis

Homem recebeu pena de 12 meses e terá que arcar com prejuízo do casal - Reprodução/Polícia de Nortfolk
Homem recebeu pena de 12 meses e terá que arcar com prejuízo do casal Imagem: Reprodução/Polícia de Nortfolk
do UOL

Colaboração para o UOL, em São Paulo

04/03/2021 17h23

Um corretor de imóveis não soube lidar com a superação da concorrência em Nortfolk (Inglaterra) ao ver sua proposta ser coberta por outro vendedor, e colocou fogo na nova residência de um casal.

Matthew Green, de 37 anos, decidiu se vingar do casal que desistiu de comprar duas propriedades que ele vendia um dia antes da assinatura do contrato de formalização. Acontece que os compradores tiveram acesso a uma nova proposta para adquirir uma casa de campo em Swaffham, também na Inglaterra, e fizeram o depósito da quantia.

O caso ocorreu em junho de 2019, mas somente agora ganhou destaque, pela disputa nos tribunais. Green ficou furioso por ser desprezado, foi até a residência de campo e ateou fogo nela. O incêndio danificou a alvenaria na parte frontal, a porta da frente e as janelas, de acordo com a polícia.

O casal só descobriu a catástrofe quando foi comemorar a compra e passou em frente à residência junto com amigos e se deparou com os destroços.

Após assumir a culpa pelo estrago, Green recebeu uma pena de 12 meses de reclusão, além de ser obrigado a pagar pelo prejuízo e completar 180 horas de trabalhos não remunerados em forma de reabilitação.

A polícia disse que o casal desistiu da compra por conta da falta de segurança e perdeu o depósito de 32.500 libras (equivalente a R$ 255 mil).

Notícias