PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Avião com doses de vacina contra covid bate em jumentos ao pousar na Bahia

Avião que transportava vacinas atingiu animais durante o pouso na Bahia - Reprodução/Redes Sociais
Avião que transportava vacinas atingiu animais durante o pouso na Bahia Imagem: Reprodução/Redes Sociais
do UOL

Felipe Munhoz

Colaboração para o UOL, em Lençóis (BA)

03/03/2021 14h05

Uma aeronave da Casa Militar do Governo da Bahia, que transportava vacinas Coronavac contra a covid-19 para a região oeste do estado, bateu contra dois jumentos na manhã de hoje, logo após aterrizar no aeródromo de Ibotirama, cidade localizada a 683 km de Salvador. Nenhum tripulante ficou ferido.

A Sesab (Secretaria da Saúde da Bahia) informou, por meio de nota enviada ao UOL, que as caixas com as vacinas não foram danificadas e, por conta disso, não houve interrupção na entrega das vacinas.

De acordo com a PM (Polícia Militar), a hélice esquerda da aeronave ficou danificada após a colisão e o avião foi projetado para fora da pista.

Segundo a Sesab, as vacinas transportadas irão abastecer as cidades de Ibotirama, Santa Maria, Barreiras e Guanambi. A secretária informou ainda que outra aeronave foi deslocada para o local para dar os suportes necessários.

A Sesab e a Polícia Militar não informaram se os jumentos foram socorridos ou se morreram no acidente.

Novo lote de vacinas

A Sesab anunciou que 165.600 doses de vacinas contra a covid-19 chegaram à Bahia na madrugada de hoje, produzidas pelo Instituto Butantan. Segundo a Sesab, o estado totaliza agora 1.111.200 doses recebidas, entre Coronavac e Oxford, desde o dia 18 de janeiro.

O Grupamento Aéreo da Polícia Militar é responsável pela distribuição das vacinas para as centrais regionais no interior da Bahia. A nova remessa será adotada para a primeira fase do plano de vacinação, que inclui idosos e trabalhadores de saúde.

Ainda segundo a Sesab, a Bahia registra 470.783 vacinados contra a covid-19, sendo que, até as 15h de ontem, 124.470 também haviam recebido a segunda dose do imunizante.

Notícias