PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Insumos para produzir 12 milhões de doses da vacina de Oxford chegam amanhã

Avião com primeiro lote do IFA para vacina de Oxford chegou ao Brasil no início de fevereiro - Reprodução/Globo
Avião com primeiro lote do IFA para vacina de Oxford chegou ao Brasil no início de fevereiro Imagem: Reprodução/Globo
do UOL

Do UOL, em São Paulo

26/02/2021 12h57

Um novo lote de insumos para a produção da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford em parceria com o laboratório AstraZeneca chegará amanhã ao Brasil, segundo os ministérios da Saúde e das Relações Exteriores.

De acordo com as pastas, os IFAs (Ingredientes Farmacêuticos Ativos) possibilitarão a produção de 12 milhões de doses do imunizante contra o novo coronavírus pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz).

O voo com os insumos partirá da China e todas as doses serão incluídas na distribuição do PNI (Programa Nacional de Imunização), completaram os ministérios em nota.

Até junho, o governo federal estima "mais lotes de insumos vindo da China para a fabricação, em solo brasileiro, de um total de 100,4 milhões de doses da vacina da AstraZeneca/Oxford".

Ontem, o ministro das Comunicações, Fábio Faria (PSD), disse que, "atendendo aos pedidos" do governo federal, havia sido confirmada a chegada "de novos insumos e doses de vacinas para o Brasil no fim de semana", sem especificar de qual imunizante estava falando.

O primeiro lote do IFA para a produção nacional da vacina de Oxford chegou no início de fevereiro com 90 litros de insumos fabricados pelo laboratório chinês Wuxi Biologics, que também fabricou a carga prevista para chegar amanhã.

Em acordo, está previsto que a Fiocruz receba da AstraZeneca a transferência total de tecnologia para a produção do imunizante, o que permitirá que a fundação fabrique a vacina no Brasil sem a necessidade de importar lotes do IFA.

Notícias