PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

DF: Homem é atacado por capivara enquanto se exercitava no Lago Paranoá

Fernando Soaris foi levado ao hospital pela mulher e levou pontos; depois, tomou vacinas - Acervo pessoal
Fernando Soaris foi levado ao hospital pela mulher e levou pontos; depois, tomou vacinas Imagem: Acervo pessoal
do UOL

Nathalia Zôrzo

Colaboração para o UOL, em Brasília

23/02/2021 19h05

Um morador de Brasília foi atacado por uma capivara quando estava se exercitando no domingo (21) dentro do Lago Paranoá.

Fernando Soaris foi mordido nas pernas e nas mãos. Ao todo, ele precisou levar quase 40 pontos.

O empresário conta que estava praticando exercícios no lago, por volta das 7h30, quando, de repente, foi atacado pelo animal.

Fernando explicou que frequenta o Lago Paranoá há anos e nunca imaginou um ataque como esse.

"Eu estava no local errado na hora errada, porque é um lugar onde eu ia todos os dias de manhã. Tinha pessoas fazendo ioga ao lado e sentadas nos bancos e as pessoas só viram o que aconteceu quando eu saí da água", conta.

Depois do ataque, Fernando foi levado ao hospital pela mulher e levou os pontos. Depois, precisou tomar vacina antirrábica e antitetânica.

A bióloga Líria Hirano, especialista em animais silvestres, explica que as capivaras não são agressivas e costumam ficar longe das pessoas. Por isso, ela suspeita que o ataque tenha ocorrido como forma de proteção.

"Foi um caso bem atípico mesmo. Provavelmente esse animal estava com nível de estresse muito alto, ou era fêmea e estava com filhotes ou era algum macho estressado por briga de território dentro do grupo e acabou atacando", explica a especialista.

Notícias