PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Com Ivete Sangalo, Huawei lança sua primeira ação publicitária no Brasil

do UOL

Renato Pezzotti

Colaboração para o UOL, em São Paulo

23/02/2021 04h01

Com a cantora Ivete Sangalo como garota propaganda, a Huawei estreia nesta semana sua primeira campanha publicitária no Brasil. A marca, que está há mais de 20 anos no país, investirá em propaganda para se contar sua história e mostrar os serviços onde atua aos consumidores nacionais.

Com o mote "Parceiros no Presente, Parceiros no Futuro", a campanha terá um comercial com Ivete, publicidade em mídia exterior, uma websérie que contará a história da empresa no país e ações com um time de influenciadores contratados pela marca. A criação é da FSB Publicidade.

"Temos muitas frentes de atuação e entendemos que é a hora de também nos aproximarmos mais do brasileiro, mostrando onde atuamos. A campanha institucional quer contar para o brasileiro a história da Huawei com o Brasil", afirma Guo Yi, vice-presidente da Huawei no Brasil.

Desde que voltou a lançar produtos aos consumidores no Brasil, em 2019, a Huawei apostou em uma estratégia multicanal: celulares, relógios e fones de ouvido da marca passaram a ser vendidos em lojas físicas e nos canais online de varejistas e operadoras.

A ideia, no começo de 2020, era ampliar a presença física da marca em quiosques próprios nos shoppings. Mas a pandemia causada pela covid-19 fez a empresa recuar no plano.

"As operações em nossos quiosques fossem encerradas no segundo trimestre de 2020. Ao mesmo tempo, direcionamos nossos esforços para o fortalecimento do canal online, ampliando nossa participação e conteúdos neste meio", declara Guo.

A empresa ainda está, de certa forma, envolvida com o leilão do 5G no país, que deve acontecer no fim de junho. Mas ela não participa diretamente do leilão do 5G. São as operadoras que participam e, posteriormente, decidem qual fornecedor de infraestrutura irão contratar - a Huawei pode ser uma delas.

"É chegada a hora de construirmos a parceria do futuro. Somos qualificados para atender às demandas das operadoras. Todo este esforço é o fundamento para a produção de equipamentos confiáveis e seguros para clientes, parceiros e governos", diz o executivo da multinacional chinesa.

Notícias