PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Caso Capitólio: homem que viralizou ao salvar cães de furacão é preso

Ryan Nichols, 30, foi detido semana passada suspeito de invadir o Congresso dos EUA, no dia 6 de janeiro - Reprodução/NBC News
Ryan Nichols, 30, foi detido semana passada suspeito de invadir o Congresso dos EUA, no dia 6 de janeiro Imagem: Reprodução/NBC News
do UOL

Do UOL, em São Paulo

25/01/2021 09h26

Um homem que ganhou fama nos Estados Unidos e apareceu em programas de TV ao salvar diversos cachorros de um furacão, em 2018, foi preso semana passada após ser identificado como um dos suspeitos que invadiram o Capitólio, no dia 6 de janeiro.

Ryan Nichols, 30, foi detido em 18 de janeiro. Na sexta-feira (22), ele foi indiciado por entrada violenta e conduta desordenada nos terrenos do Capitólio, conspiração e entrada ilegal com uma arma perigosa, informou a estação de notícias KLTV.

De acordo com o veículo, ele também foi acusado de agressão a um policial federal, com uso de arma mortal ou perigosa, além de cumplicidade.

Nichols viralizou em 2018, quando resgatou cães durante o furacão Florence, na Carolina do Norte. Ele foi visto em um vídeo deixando seis cães saírem de um canil inundado, e essa filmagem foi compartilhada por vários meios de comunicação.

Postagens nas redes sociais de Nichols participando dos tumultos foram entregues ao FBI por duas testemunhas, de acordo com uma denúncia criminal obtida pela NBC News.

As postagens, que foram excluídas do Facebook, incluíam vídeos de Nichols e um amigo em frente ao prédio do Capitólio. Uma postagem teria a seguinte legenda: "Ainda não terminamos! Acabamos de começar!", enquanto outra dizia: "Estamos dentro".

Segundo a NBC News, Nichols e o amigo tiraram uma selfie em meio à multidão, com a seguinte legenda:

"Patriotas se mantiveram firmes hoje! Nós também não terminamos ainda! Você quer roubar nossa eleição e não nos ouvir no tribunal? Ótimo! Agora você ouvirá nossa agitação civil!"

Notícias