PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

ONU: Dois milhões de deslocados internos na região africana do Sahel

22/01/2021 09h31

Genebra, 22 Jan 2021 (AFP) - Dois milhões de pessoas estão deslocadas dentro de seus próprios países na região africana do Sahel devido à violência jihadista, disse a ONU nesta sexta-feira (22), lamentando este "triste" recorde.

Em um comunicado, o Alto Comissariado para os Refugiados (ACNUR) pede o fim da "violência incessante" nesta região que já lida "com o deslocamento de mais de dois milhões de pessoas dentro das fronteiras de seus países", algo nunca visto até agora.

Os êxodos forçados dentro dos países da região (Burkina Faso, Chade, Mali e Níger) se multiplicaram por quatro em dois anos, já que no início de 2019 havia 490.000 deslocados, segundo a ONU.

Mais da metade dessas pessoas que devem deixar suas casas são de Burkina Faso.

Desde o início do ano, a violência no Níger e Burkina já forçou 21.000 pessoas a fugir de suas casas e a buscar refúgio em outro lugar, segundo a ACNUR.

Na região do Sahel também há mais de 850.000 refugiados, principalmente do Mali.

apo/blb/bl/mar/aa

Notícias