PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Joice chama Bolsonaro de "oportunista" e "sem vergonha" ao comemorar vacina

Joice posa ao lado do presidente Jair Bolsonaro  - Reprodução/Facebook
Joice posa ao lado do presidente Jair Bolsonaro Imagem: Reprodução/Facebook
do UOL

Do UOL, em São Paulo

21/01/2021 17h12

Ex-aliados políticos, a deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) chamou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de "mentiroso", "oportunista" e "sem vergonha" depois que ele anunciou, em tom de comemoração, que a Índia liberou o envio de dois milhões de doses de vacinas contra a covid-19. Segundo a deputada, Bolsonaro só atrapalhou as negociações e foi preciso a intervenção de empresários brasileiros.

"Mentiroso, oportunista, escroque, sem vergonha. Vocês só atrapalharam as negociações. Empresários brasileiros tiveram que intervir. Agora vai pedir perdão à China, você e seus filhos imbecis", protestou.

Na mensagem, Joice também questionou a publicação de imagem supostamente antiga ao lado do embaixador da Índia no Brasil. "E essa foto com o embaixador da Índia, você tem porque eu levei até você ainda na transição [em 2019]", disse ela.

Bolsonaro, no entanto, recebeu sim o embaixador no início desta semana para uma reunião no Palácio do Planalto.

O Ministério da Saúde confirmou hoje que os 2 milhões de doses da vacina contra a covid-19 da Universidade de Oxford em parceria com o laboratório AstraZeneca devem chegar ao Brasil amanhã (22), no fim da tarde.

"A carga vinda da Índia será transportada em voo comercial da companhia Emirates ao aeroporto de Guarulhos (SP) e, após os trâmites alfandegários, seguirá em aeronave da Azul para o aeroporto internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro", explicou o Ministério da Saúde em nota.

Pouco antes, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) já tinha antecipado a data para a chegada das vacinas. Nas redes sociais, Bolsonaro repercutiu a declaração do secretário das Relações Exteriores da Índia, Harsh Vardhan Shringla, à agência Reuters. O secretário indiano afirmou que os primeiros países a receberem as doses da Índia serão o Brasil e o Marrocos.

Na publicação, Bolsonaro incluiu uma foto sua com o ministro das Relações Exteriores do Brasil, Ernesto Araújo, que vem tentando desde a semana passada destravar a liberação das vacinas. O presidente também publicou uma foto com o embaixador indiano no Brasil, Suresh K. Reddy, com quem se reuniu na última segunda-feira em Brasília.

Notícias