PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

'Violência nunca é solução', diz Melania Trump em vídeo de despedida

"Sejam apaixonados por tudo que fizerem, mas se lembrem sempre de que a violência nunca", disse Melania - Chip Somodevilla/Getty Images/AFP
"Sejam apaixonados por tudo que fizerem, mas se lembrem sempre de que a violência nunca", disse Melania Imagem: Chip Somodevilla/Getty Images/AFP

19/01/2021 10h41

A primeira-dama dos Estados Unidos, Melania Trump, divulgou uma mensagem de despedida enquanto se prepara para deixar a Casa Branca, lembrando que "a violência nunca é a solução", dias após a invasão ao Capitólio por partidários do presidente.

"Sejam apaixonados por tudo que fizerem, mas se lembrem sempre de que a violência nunca é a solução e nunca será justificada", afirmou.

Em um discurso oficial de seis minutos gravado em vídeo, ela fez apenas uma referência ao marido, ao prestar uma homenagem às famílias de militares, profissionais de saúde e aqueles que ajudam as vítimas do abuso de opioides.

"Os últimos quatro anos foram inesquecíveis", disse Melania Trump, uma ex-modelo de 50 anos.

"No momento em que Donald e eu concluímos nossa estada na Casa Branca, penso em todas as pessoas que guardei em meu coração e em suas incríveis histórias de amor, patriotismo e determinação", elogiou.

"Quando cheguei à Casa Branca, refleti sobre a responsabilidade que sempre tive como mãe de estimular, dar força e ensinar os valores da bondade", acrescentou.

Em 6 de janeiro, centenas de partidários de Donald Trump invadiram o Capitólio, a sede do Congresso americano, para tentar bloquear a oficialização da vitória de Joe Biden na eleição de 3 de novembro.

Trump, que convocou seus seguidores a marcharem até o Capitólio, foi indiciado pela Câmara dos Representantes por "incitar a insurreição" e enfrentará um processo de impeachment no Senado.

O presidente se recusou por meses a aceitar o resultado da eleição, alegando fraude sem mostrar qualquer tipo de prova, e não parabenizou Biden.

O presidente em final de mandato e sua esposa também não convidaram Biden e sua mulher, Jill, para irem à Casa Branca, uma tradição nos Estados Unidos. O casal também não estará na cerimônia de posse do democrata amanhã.

"A promessa desta nação pertence a todos nós que não perdemos de vista nossa integridade e valores, que aproveitamos todas as oportunidades para mostrar consideração pelos outros e que adotamos bons hábitos no dia a dia", completou Melania Trump.

Notícias