PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
2 meses

Testes da vacina Sputnik-AstraZeneca começarão em fevereiro, diz farmacêutica

Polina Nikolskaya

19/01/2021 12h20

Os ensaios em humanos de uma vacina contra o coronavírus combinando a russa Sputnik V com a desenvolvida pela britânica AstraZeneca e a Universidade de Oxford devem começar no início de fevereiro, disse o presidente da farmacêutica russa R-Pharm à Reuters.

A AstraZeneca anunciou planos para explorar a possibilidade de trabalhar com cientistas russos em uma vacina combinada em dezembro, o que foi interpretado por Moscou como um voto de confiança em sua vacina. Há poucos detalhes sobre onde e como os testes serão realizados, mas o presidente da R-Pharm, Alexei Repik, cuja empresa produzirá tanto a Sputnik V quanto a AstraZeneca, disse que os testes em humanos de uma vacina combinada devem começar no início do próximo mês.

Os estudos acontecerão em Azerbaijão, Argentina, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Belarus, Rússia e outros locais, afirmou ele. A AstraZeneca não respondeu imediatamente a um pedido de comentários da Reuters.

Uma fonte próxima ao desenvolvedor da Sputnik, Instituto Gamaleya, também disse que as primeiras vacinações do teste serão no início de fevereiro, acrescentando que a Ucrânia estará entre os países participantes. Kirill Dmitriev, chefe do fundo soberano russo responsável pela comercialização da Sputnik V no exterior, havia dito anteriormente que a combinação das duas vacinas aumentaria a eficácia da injeção da AstraZeneca.

Notícias