PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Prefeito de Natal desiste de ser primeiro vacinado contra covid-19

Álvaro Dias (PSDB), atual prefeito de Natal (RN) e candidato à reeleição em 2020 - Reprodução/Facebook
Álvaro Dias (PSDB), atual prefeito de Natal (RN) e candidato à reeleição em 2020 Imagem: Reprodução/Facebook
do UOL

Do UOL, em São Paulo

19/01/2021 20h27

Após repercussão negativa, o prefeito de Natal, Álvaro Dias (PSDB-RN), anunciou na noite de hoje que desistiu de ser o primeiro a tomar a vacina contra a covid-19, durante entrevista realizada à rádio local 96 FM. O político reclamou que algumas pessoas distorceram o assunto e decidiu repensar.

"Foram algumas pessoas que questionaram a possibilidade, fizeram um desavio, uma convocação. 'por que, prefeito, você não é o primeiro para dar exemplo, como algumas pessoas fizeram?'. Eu disse, 'não, estou disponível'", justificou o prefeito.

"Sou médico, sou do grupo de risco, estou em contato permanentemente com o hospital de campanha. Também me incluo no grupo dos profissionais de saúde que estão em contato e, portanto, sujeito a risco de contaminação. Mas tendo em vista que alguns grupos procuraram distorcer a disponibilidade que nós tivemos de ser o primeiro para dar o exemplo, resolvemos repensar e desistir", afirmou em seguida.

Durante a entrevista, o prefeito disse estar protegido da covid-19 por ter tomado a ivermectina. "Eu estou protegido porque tomo a ivermectina. Então, eu posso deixar para tomar a vacina depois", ressaltou.

A ivermectina é um antiparasitário, muito usado para controle de piolho, pulgas e carrapatos em animais, incluindo seres humanos, e algumas verminoses, mas não protege contra o vírus da covid-19.

Ao todo, quinze estados iniciaram a vacinação contra a covid horas depois de receberem cerca de 4 milhões de doses do imunizante, desenvolvido pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, em São Paulo. No Rio Grande do Norte, no Amapá e Roraima as doses chegaram em voos durante a madrugada desta terça.

Notícias