PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Corpos de família que desapareceu na Bahia são encontrados em penhasco

José Cleves Araújo (centro) com a namorada Thatiele Cardoso Aures (esquerda) e a filha Giovanna Araújo (direita) - Reprodução/Redes Sociais
José Cleves Araújo (centro) com a namorada Thatiele Cardoso Aures (esquerda) e a filha Giovanna Araújo (direita) Imagem: Reprodução/Redes Sociais
do UOL

Juliana Almirante

Colaboração para o UOL, em Salvador

19/01/2021 18h04

O carro de uma família que saiu de Brasília (DF) com destino a Sobral (CE) foi localizado ontem em um penhasco localizado a 22 km de Formosa do Rio Preto, na Bahia. A informação foi confirmada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Os policiais encontraram três corpos dentro do veículo.

José Cleves Araújo havia saído de Brasília com a namorada, Thatiele Cardoso Aures, e a filha, Giovanna Araújo, na madrugada de 12 de janeiro — eles estavam desaparecidos desde a manhã do mesmo dia. A polícia fazia buscas pela região após ser informada do caso.

De acordo com a Polícia Civil do DF, o último contato dos ocupantes do veículo com a família havia sido realizado no dia 12 mesmo, pela manhã, por meio de uma mensagem que informava que eles já estavam na Bahia.

Segundo a PRF, o veículo foi encontrado por um grupo de voluntários que fazia buscas na localidade. O carro estava em um local de difícil acesso, que não era avistado por quem trafegava pela rodovia.

Carro de família dada como desaparecida é encontrado na Bahia - Divulgação/RPF - Divulgação/RPF
Carro de família dada como desaparecida é encontrado na Bahia
Imagem: Divulgação/RPF

O veículo foi identificado pela placa e depois retirado com apoio do Corpo de Bombeiros. Os corpos das vítimas foram encaminhados para o IML (Instituto Médico Legal) de Barreiras e identificados, de acordo com a PRF.

Ainda conforme a Polícia Rodoviária Federal, o acidente ocorreu quando o carro trafegava na BR-135, no sentido de Barreiras a Formosa do Rio Preto. Ainda não há informações sobre as causas do acidente.

O caso foi investigado pela DRS (Delegacia de Repressão a Sequestros) da Polícia Civil do DF.

Notícias