PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Mãe é indiciada por morte de filho com paralisia cerebral em Belo Horizonte

Inquérito informa que a suspeita vinha demonstrando comportamentos que expunham a integridade física e psíquica da vítima - Polícia Civil de MG/Divulgação
Inquérito informa que a suspeita vinha demonstrando comportamentos que expunham a integridade física e psíquica da vítima Imagem: Polícia Civil de MG/Divulgação
do UOL

Elisângela Baptista

Colaboração para o UOL, em Juiz de Fora (MG)

18/01/2021 15h38

Uma mulher de 31 anos foi indiciada hoje pela morte do filho, um adolescente de 15 anos que tinha paralisia cerebral. O garoto morreu sozinho em casa, em Belo Horizonte, e a mãe poderá responder por abandono de incapaz com resultado morte.

O caso aconteceu em novembro. De acordo com as investigações da Polícia Civil, a mulher teria saído na noite anterior com o namorado, por volta das 20h, e deixado o filho sozinho. Quando retornou, por volta das 3h, o adolescente já estava sem vida.

Para o delegado responsável pelo caso, Lucas Nunes, não há dúvidas de que a vítima ficou desacompanhada por no mínimo sete horas na casa onde morava, no bairro Minas Caixa, na região de Venda Nova.

"Neste ínterim, de acordo com a perícia, o adolescente caiu da cama, sangrou e vomitou. Devido a malformação congênita dos membros inferiores e superiores, a vítima não teve condições físicas de se levantar e voltar para a cama, falecendo no local", explicou.

O delegado contou ainda que a mãe do adolescente não tomou providências para socorrê-lo ao chegar em casa. Conforme as investigações, ela teria retirado o menino do chão, alterando o local do incidente, e se deslocado em seguida para a casa do namorado.

O inquérito atesta também que a suspeita vinha demonstrando comportamentos que expunham a integridade física e psíquica da vítima. Em uma das situações, a mulher teria abandonado o filho na casa da avó por cerca de três meses, havendo necessidade de intervenção policial.

Notícias