PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Papa lamenta morte de cardeal brasileiro Eusébio Scheid

14/01/2021 12h24

SÃO PAULO, 14 JAN (ANSA) - O papa Francisco lamentou a morte do cardeal brasileiro Eusébio Oscar Scheid, arcebispo emérito do Rio de Janeiro, ocorrida nesta quarta-feira (13), em um telegrama enviado ao atual líder da Arquidiocese da capital fluminense, Dom Orani Tempesta.   

"Recebi com profundo pesar a notícia do falecimento do cardeal Eusébio Oscar Scheid e desejo assegurar-lhe neste momento de luto a minha solidariedade orante com todos os fiéis que nele encontraram um zeloso pastor", diz o documento assinado pelo Pontífice.   

"Seu lema episcopal, "Deus é Bom", recordava-nos a bondade de Deus com a sua Igreja, sendo esta recordação verdadeiramente consoladora quando fazemos memória do querido Dom Eusébio que com tanto denodo serviu o povo de Deus, tendo sido o primeiro bispo de São José dos Campos e pastoreado com igual esmero a Arquidiocese de Florianópolis e a Sé Metropolitana de São Sebastião do Rio de Janeiro", ressalta ainda o Papa.   

Ao fim do telegrama, Jorge Mario Bergoglio afirma que "ao mesmo tempo em que agradece ao Altíssimo" que a igreja no Brasil tenha convivido "com tão generoso pastor, elevo fervorosas preces para que o acolha na sua felicidade eterna e console pela esperança na ressurreição a todos quantos lamentam a perda do seu amado pastor, enviando-lhes, como penhor de reconfortantes favores celestiais, a bênção apostólica".   

O cardeal catarinense faleceu na tarde desta quarta-feira aos 88 anos por complicações relacionadas à Covid-19, já que há meses estava com a saúde bastante debilitada. Scheid morreu em São José dos Campos, cidade em que havia optado por morar após se aposentar da função de arcebispo do Rio de Janeiro. (ANSA).   

Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Notícias