PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Mulher bêbada sofre queda ao tentar imitar dança de filme 'Dirty Dancing'

Millie estava brincando com a irmã no almoço de natal quando ocorreu o incidente - Reprodução/Instagram/@millieslennett
Millie estava brincando com a irmã no almoço de natal quando ocorreu o incidente Imagem: Reprodução/Instagram/@millieslennett
do UOL

Do UOL, em São Paulo

13/01/2021 14h57

A dançarina profissional Millie Slennett quase sofreu graves ferimentos ao tentar reproduzir um passo de dança icônico do filme "Dirty Dancing - Ritmo Quente" (1987) "depois de alguns drinques". A disputa acontecia entre Millie, a irmã, e os parceiros de cada uma delas durante o almoço de natal. O incidente foi filmado na ocasião e divulgado somente esta semana pela mídia internacional.

A gravação mostra de Millie, de 25 anos, correndo e sendo içada nos braços do namorado, Conner Justin, acima da altura da cabeça dele — cerca de 2,5 metros — bem como acontece na famosa cena do longa interpretado por Patrick Swayze e Jennifer Gray.

No começo, a australiana consegue manter o equilíbrio, mas logo depois começa a tombar e cai atrás do namorado. Com a queda, a cabeça da mulher vira para trás e fica junto à superfície e os ombros dela também batem no chão.

"Tudo foi tão rápido. Quando estávamos no topo, parecia que estávamos segurando por horas. Eu estava com os pés apontados, as pernas esticadas. Pensei que tínhamos acertado em cheio. Continuei tentando levantar minhas pernas mais alto e então elas ficaram acima da minha cabeça. Foi de bom para não bom em cerca de 0,3 segundos. Não tive tempo de perceber que estava caindo até atingir o chão", contou ao site The Sun.

A irmã, Rosie, que filmava a dançarina vê a queda e para de gravar no mesmo instante para ajudar a mulher. Incrivelmente, Millie se levantou em seguida.

"Rolei para o lado e verifiquei se conseguia mover meus dedos das mãos e dos pés, porque sabia que tinha caído mal e doeu muito. Toda a minha família corria ao meu redor e minha mãe segurava minha cabeça", disse ao Daily Star.

Após alguns minutos, uma ambulância foi chamada e levou a dançarina ao hospital. Os médicos ficaram chocados ao assistirem as imagens do incidente e ver que a professora de dança ainda consegue andar.

Millie contou que sentia muita dor após a queda e tem consciência que poderia ter quebrado o pescoço e mesmo morrer em razão da brincadeira.

"Parecia que tinha quebrado todas as costelas do meu lado esquerdo. Respirar doía muito, mas consegui me levantar. Achei engraçado porque, quando estou com muita dor, acabo rindo. Eu sei que tenho muita sorte. Poderia ter sido muito pior. Eu poderia ter quebrado meu pescoço ou causado danos à minha coluna. Eu poderia ter morrido."

Um dia depois da queda e ainda com dores, Millie retornou ao hospital para realizar uma tomografia computadorizada que confirmou que ela escapou de qualquer lesão grave para além dos hematomas.

A dançarina ainda disse que o pai está traumatizado com a cena e pede para excluir a gravação do incidente do celular dele.

"Mais ou menos uma noite depois, meu pai acordou tendo pesadelos sobre isso acabar pior. Ele está muito traumatizado com isso e vive dizendo que precisa excluir o vídeo de seu telefone. Você ouve sobre esses acidentes estranhos e as pessoas nunca se recuperam, então, depois de postar o vídeo, percebi como eu tive sorte."

Notícias