PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Harley volta ao Salão Duas Rodas e desmente boatos sobre saída do Brasil

Produção da Harley-Davidson em Manaus (AM) - Marcio Melo/Folhapress
Produção da Harley-Davidson em Manaus (AM) Imagem: Marcio Melo/Folhapress
Arthur Caldeira

Arthur Caldeira, jornalista e motociclista (necessariamente nessa ordem) fundador da Agência INFOMOTO. Mesmo cansado de ouvir que é "louco", anda de moto todos os dias no caótico trânsito de São Paulo.

do UOL

Colunista do UOL

12/01/2021 12h36

A Harley-Davidson confirmou hoje sua presença no Salão Duas Rodas deste ano, previsto para acontecer entre 16 e 21 de novembro, no São Paulo Expo, na capital paulista. A marca não participou da última edição do evento, em 2019.

A Harley é a primeira grande fabricante de motos a assinar contrato e garantir presença no próximo salão. De acordo com Lucas Pimentel, gerente de produtos da Reed Exhibitions, empresa que organiza o salão, "o retorno da Harley-Davidson é a confirmação de que a edição passada foi um sucesso, além de um reconhecimento do Salão Duas Rodas como uma importante plataforma de interação com o público apaixonado por motos".

"A Harley-Davidson tem o compromisso de fornecer aos clientes no Brasil motocicletas, acessórios, equipamentos, experiências e serviços genuínos Harley-Davidson", afirma Flávio Villaça, Gerente de Marketing da marca para a América Latina. Para o executivo a participação no Salão Duas Rodas 2021 confirma o investimento e a continuidade dos negócios no Brasil.

Harley fica

A confirmação vem na esteira de boatos de que a fábrica norte-americana estaria saindo do Brasil, como fez a Ford. A Harley passa por um processo de reestruturação global, desde o início de 2020.

A empresa fez mudanças no comando global e prometeu um reposicionamento da centenária marca de motos. No Brasil e na América Latina, Waldy Ferreira, que havia assumido como diretor geral da América Latina em outubro de 2019, também deixou o cargo em meados de 2020.

Os rumores da saída da Harley ganharam ainda mais força no fim do ano passado, com o encerramento das operações na Índia e o fechamento de algumas concessionárias no País.

HD lojas - Divulgação - Divulgação
Harley-Davidson tem atualmente 26 concessionárias no Brasil
Imagem: Divulgação

Entretanto, no final de dezembro, a Harley-Davidson enviou uma carta aos clientes reafirmando seu compromisso com o país. Assinado pelo novo diretor geral da América Latina, John Klein, o comunicado afirmava que "a Harley-Davidson reitera que acredita e investe no mercado brasileiro e segue operando normalmente em Manaus (AM) com a produção local de motocicletas".

Klein afirmou ainda que, embora tenha havido mudanças na rede de distribuidores, a maioria das concessionárias continuará operando normalmente. Ainda em dezembro, a Harley abriu uma nova concessionária na capital amazonense. Atualmente, são 26 revendedores da marca no Brasil.

Apesar do compromisso, a Harley encerra a carta afirmando que "está avaliando o line-up de novos modelos no Brasil e comunicará mais detalhes em momento oportuno". A família 883, de entrada, já saiu de linha em todo o mundo e não será mais vendida por aqui a partir deste ano. Também tem ocorrido aumento de preço das motos no país, em função da alta do dólar, e podem chegar novidades, como a Pan America, ainda neste ano.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Notícias