PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
2 meses

Vai passar o Natal sozinho, em isolamento? 7 dicas para combater o tédio e curtir

Pessoas sofrem muita pressão para se sentirem felizes e animadas nas festas de fim de ano - Getty Images
Pessoas sofrem muita pressão para se sentirem felizes e animadas nas festas de fim de ano Imagem: Getty Images

24/12/2020 09h27

Em meio a um ano totalmente atípico, muitos de nós tivemos que descartar todos os nossos planos para o Natal deste ano, e para alguns isso significa passar o período festivo sozinhos, em total isolamento.

Conversamos com alguns especialistas, uma instituição de caridade de saúde mental e alguém que passa o Natal sozinha todos os anos - e adora - para descobrir quais dicas eles dariam a alguém que está se preparando para ficar por conta própria neste dia de Natal.

1. É normal ficar irritado

Se você está realmente irritado com seus planos arruinados, tudo bem. "Estamos em circunstâncias extraordinárias e acho que as pessoas têm todo o direito de ficar com raiva, desapontadas e tristes", afirma Helen Russell, jornalista e autora do livro How to be Sad (Como Ser Triste, em tradução livre).

"Temos que reconhecer, dar espaço e aceitar essa tristeza", diz ela. "Suprimir os pensamentos negativos não funciona - eles voltam com uma vingança." Segundo Russell, muitas pessoas acham difícil mudar, então não se preocupe se você se sentir inseguro.

"As pessoas têm todo o direito de ficar com raiva, desapontadas e tristes”, afirma Helen Russell - iStock - iStock
"As pessoas têm todo o direito de ficar com raiva, desapontadas e tristes”, afirma Helen Russell
Imagem: iStock

2. Ajuste suas expectativas

"Você podia estar esperando celebrar um enorme e adorável Natal em família, o Natal perfeito, mas infelizmente isso não vai acontecer", diz Martha Mills, que passa o Natal sozinha todos os anos. Mills costumava odiar o Natal, mas agora mal pode esperar para ter o dia só para ela. E escreveu (em inglês) um post no Twitter com dicas úteis.

"Decoração: Faça! Coloque alguns adornos por aí, isso pode fazer uma enorme diferença e mostrar que VOCÊ está no controle de seu destino."

Aceitar que o período festivo deste ano será diferente é fundamental, diz Mills, que sugere mudar a maneira com que você encara esse dia: "Agora você pode reescrever as regras e planejar algo diferente." Mills afirma que o trata como um dia "decadente" de autoindulgência e autocuidado. Então faça o que quiser.

E se houver eventos ou tradições que você não vai poder fazer neste Natal, pode ajudar pensar neles como pausados - em vez de cancelados. Mind, instituição de caridade para a saúde mental, afirma: "adie-os para o próximo ano, mesmo que aconteçam nas férias do meio do ano".

3. Planeje, planeje, planeje

Tente não acordar no dia de Natal sem saber o que vai fazer. "Tenho que me conter para não planejar muito cedo", diz Mills. Planejar o dia de folga permite que ela o divida em pedaços pequenos. Portanto, planeje o que vai comer no café da manhã, reserve um tempo para ler, ou dar uma caminhada, ou um filme à tarde, ou ligar para familiares ou amigos.

"Certifique-se de ter uma comida que goste, combine com algumas pessoas que você conhece para fazerem videochamadas ou apenas trocas de mensagens ou ligações, e certifique-se de que tem algum tipo de agenda para o dia."

A entidade Mind também recomenda reservar algum tempo para tornar a sua casa mais agradável. "Isso poderia ser colocar decorações de Natal ou fotos." Isso pode ser tão simples quanto apenas arrumar a casa. E tente planejar algo legal para fazer depois do Natal. "Ter algo pelo qual ansiar no próximo ano pode fazer uma diferença real", diz a instituição de caridade.

4. Faça o que te deixa feliz

Passe o dia fazendo as coisas que você gosta. "Isso pode ser uma corrida matinal, jogar videogame ou montar quebra-cabeças", diz a instituição de caridade. Da mesma forma, pode ser tomar um banho quente seguido de um bom livro ou uma série que você estava adiando ou simplesmente dormir com seu pijama preferido.

Se você não tem as pressões de viajar ou se adaptar aos planos de outras pessoas, pode simplesmente se concentrar em fazer o que o deixa feliz. se possível, compre um presente ou obtenha algo que você sempre quis. E embrulhe para depois desembrulhar!

"Faça o que vai fazer você se sentir bem em termos de coisas sensoriais. Gosto de ter certeza de ter uma bela vela perfumada de Natal. É apenas ser gentil consigo mesmo, se respeitar", diz Mills.

5. Fale com outras pessoas

Se existem pessoas com quem você gostaria de falar, pode combinar uma conversa por telefone ou por videochamada. Ou vocês podem assistir a um filme juntos em uma plataforma de streaming ao mesmo tempo.

E se você estiver se sentindo isolado ou deprimido, tente dar uma volta na rua, tomando todos os cuidados recomendados contra o coronavírus (como usar máscara e manter distanciamento social). Sophie Scott, professora de neurociência cognitiva na University College London (UCL), diz que sair de casa, mesmo que apenas para dar uma volta no quarteirão, é "uma das melhores coisas que você pode fazer para o seu cérebro e seu humor".

Mills concorda. Ela diz que gritos alegres de "Feliz Natal" trocados com estranhos e passeadores de cachorro podem ajudar.

6. Coma o que quiser

Se você adora peru - e ainda dá para conseguir um no mercado - prepare-o. Se você odeia essas coisas mais tradicionais natalinas, compre algo que goste. Não há regras sobre o que você deve e não deve comer. Então escolha uma comida que você esteja desejoso de comer, ou que te dê conforto, alegria, prazer.

Escolha uma comida que você esteja desejoso de comer, ou que te dê conforto, alegria, prazer - iStock - iStock
Escolha uma comida que você esteja desejoso de comer, ou que te dê conforto, alegria, prazer
Imagem: iStock

"Planeje desfrutar de sua comida ou bebida favorita", diz a entidade Mind. Nem precisa ser jantar. "Pode ser um café da manhã especial ou alguns refrigerantes interessantes. Pode ser uma boa desculpa para não comer comida tradicional de Natal."

"Se você quiser apenas comer salada no almoço ou comer creme de amendoim direto do pote no café da manhã, faça isso. Faça o que você quiser", acrescenta Mills.

7. Simplesmente não celebre

E é claro, você pode decidir não celebrar o Natal deste ano. Você pode tratá-lo como se fosse qualquer outro dia. "Isso pode parecer mais fácil do que tentar comemorar sozinho", diz a entidade Mind. "É perfeitamente compreensível se você se sentir assim. Está tudo bem."

Se você decidir pular a festa, a instituição de caridade diz que você pode contar a outras pessoas sobre seu plano. Diga que você está feliz em falar com eles no dia de Natal, mas diga "eles também podem apoiá-lo tratando como se fosse qualquer outro dia e não mencionando o Natal".

Se você está planejando dar presentes, troque-os com antecedência. E a instituição de caridade aconselha ficar longe das redes sociais para evitar postagens natalinas e tentar evitar anúncios na TV ou online.

"Muitas pessoas ficam ansiosas ao pensar que não vão gostar disso", diz Martha. "E está tudo bem." É importante perceber que o dia de Natal é apenas um dia, e vai acabar rapidamente, diz ela.

"São apenas 24 horas e não vão durar para sempre. Se você está tendo o pior dia de todos, irá para a cama naquela noite e quando acordar, o dia de Natal terá acabado."

Notícias