PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Itália terá 70 mil agentes para fiscalizar regras no Natal

05/12/2020 14h44

ROMA, 5 DEZ (ANSA) - A ministra do Interior da Itália, Luciana Lamorgese, afirmou neste sábado (05) que o país terá cerca de 70 mil policiais trabalhando para garantir o respeito às regras sanitárias impostas por conta da pandemia de Covid-19 durante as festas de fim de ano.   

"Teremos forças policiais em número elevado, cerca de 70 mil agentes, que estarão adaptados a esse tipo de controle. Eles farão isso com senso de equilíbrio porque, do momento que permitimos que certos negócios abram para proteger um certo tipo de economia, serve também que os titulares coloquem as precauções para não deixar entrar mais pessoas ao mesmo tempo", disse Lamorgese à emissora "Sky Italia".   

Durante a entrevista, a ministra lembrou que "esse será o Natal dos sacrifícios" por conta das restrições definidas pelo governo nacional, que proibiu os deslocamentos interregionais entre 21 de dezembro e 6 de janeiro e vetou a circulação entre os municípios nos dias 25 e 26 de dezembro e 1º de janeiro.   

"Mesmo no período natalino, nós precisaremos nos afastar das nossas tradições, do Natal com todos juntos. Um sacrifício necessário que permitirá depois enfrentar um novo ano com maior segurança", adicionou ainda a ministra ao "TG24".   

Apesar de afrouxar as regras para grande parte das regiões, o governo italiano manteve duras restrições para o período das festas como forma de evitar uma nova explosão de casos. A "segunda onda" está em seu patamar mais alto desde fevereiro, mas os números de novos contágios vem desacelerando desde 3 de novembro, quando o país foi dividido em faixas de risco de contaminação. No entanto, o número de vítimas continua em patamares recordes. (ANSA).   

Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Notícias