PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Papa condena 'horrores' na Nigéria após massacre de 110 civis

02/12/2020 07h59

Cidade do Vaticano, 2 dez 2020 (AFP) - O papa Francisco condenou, nesta quarta-feira (2), "os horrores que ofendem a Deus", em referência ao Boko Haram na Nigéria, onde 110 civis foram massacrados no sábado em um ataque a arrozais, na vila de Koshobe, no nordeste do país.

"Desejo rezar pela Nigéria, tristemente ensanguentada por um massacre terrorista", disse o pontífice no final da audiência geral desta quarta, aludindo aos civis "brutalmente assassinados" em um ataque jihadista.

"Que Deus (...) converta o coração daqueles que cometem tais horrores que ofendem gravemente seu nome", suplicou.

A Nigéria sofre a violência de uma insurgência extremista há mais de uma década, de acordo com um balanço das Nações Unidas.

Homens armados chegaram em motocicletas e lançaram um brutal ataque contra homens e mulheres que trabalhavam nos campos de Koshobe, relatou o coordenador humanitário da ONU na Nigéria, Edward Kallon, em um comunicado.

"Pelo menos 110 civis foram cruelmente mortos, e muitos outros ficaram feridos", afirmou Kallon, que classificou o ataque como o mais sangrento cometido contra civis este ano nessa região.

O conflito na Nigéria deixou mais de 36.000 mortos e forçou dois milhões de pessoas a fugirem de suas casas.

kv/es/tt

Notícias