PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Acordo pós-Brexit continua incerto, a um mês do prazo, diz negociador da UE

02/12/2020 08h14

Bruxelas, 2 dez 2020 (AFP) - O acordo entre União Europeia e Reino Unido sobre a relação pós-Brexit continua sem solução - alertou o principal negociador da UE, o francês Michel Barnier, nesta quarta-feira (2), a apenas um mês da data-limite para um entendimento, segundo fontes diplomáticas.

"As negociações em Londres são intensas, mas até este momento ainda é incerto se os negociadores conseguirão superar as diferenças", relatou um diplomata, citando as palavras pronunciadas por Barnier em uma intervenção perante as autoridades europeias.

Segundo o principal negociador de Bruxelas, citado por outro diplomata, aproxima-se o momento do "tudo, ou nada".

Em seu encontro com os embaixadores europeus na UE, Barnier "não foi capaz de dizer se as condições para um acordo serão cumpridas nos próximos dias", assinalou um interlocutor.

Segundo as fontes, ficou claro na conversa com Barnier que as horas que faltam até a noite de quinta-feira serão decisivas para o destino das negociações.

O caminho para um acordo continua bloqueado por divergências em três questões: direitos de pesca, concorrência e auxílios estatais e gestão jurídica da relação futura, em particular a solução de controvérsias.

De acordo com versões coincidentes, no contato desta quarta-feira vários embaixadores expressaram a Barnier frustração com o impasse nas negociações.

O nervosismo foi mais evidente entre os Estados europeus mais afetados pelas divergências relativas aos direitos de pesca, como França, Dinamarca, Holanda e Bélgica.

Esses países temem que a UE faça muitas concessões a esse respeito para desbloquear as negociações e chegar a um acordo.

Bruxelas e Londres têm até 31 de dezembro para definir um acordo que ainda precisaria ser ratificado pelas partes.

Na falta de entendimento, a partir de 1º de janeiro de 2021, as relações passariam a ser regidas pelas regras da Organização Mundial do Comércio (OMC).

Diante desse calendário cada vez mais insustentável, as vozes diplomáticas reforçam a opção de se concentrar em um bom acordo, sem pressões de calendário.

arp-mt/ahg/bl/tt/mr

Notícias