PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Série mais popular da Alemanha completa 50 anos

Silke Wünsch, Verena Greb

29/11/2020 15h15

Série mais popular da Alemanha completa 50 anos - Desde novembro de 1970, "Tatort" é exibida aos domingos no país. Com episódios que abordam problemas sociais alemães, série policial se mantém atual até hoje. Ao longo das décadas, conserva, porém, abertura original.Em 29 de novembro de 1970, estreava na Alemanha a série policial da emissora pública ARD que se tornaria uma tradição dos domingos alemães. O primeiro episódio de Tatort (Cena do Crime), intitulado "Taxi para Leipzig", abordava um drama familiar num país dividido. A trama do episódio se passava entre a Alemanha Ocidental e a Oriental.

Assim, desde o início ficou claro que Tatort seria, e ainda é, um reflexo da Alemanha, com sua história, seus problemas sociais e seus estados de espírito.

O conceito da série é simples: a cada semana é exibido um episódio de uma cidade alemã diferente. Cada um com investigadores próprios e sem relação com o episódio anterior.

Os personagens principais não poderiam ser mais diferentes: a beleza fria do norte, a dupla barulhenta de Münster, o destemido de Hamburgo, o investigador brilhante e estranho de Dortmund, os bonitões pretenciosos de Munique, a agente sensível e delicada de Constança, e dezenas de outros tantos.

Cada investigador ou investigadora tem um drama pessoal. Uma mãe solteira, um ex-alcoólatra, um incapaz de se relacionar ou traumatizado. Não são personagens altamente polidos como nas séries policiais americanas. Os homens têm barriga, nariz grande ou se vestem mal. As mulheres também não são sempre perfeitas. Todos são anti-heróis, que arrastam seus destinos pessoais para sua profissão.

Quase todo investigador tem um polo oposto ao seu lado, que o fundamenta em todos os aspectos e o completa. Todos esses personagens diferentes tornam há décadas a Tatort tão variada.

Exibição em bares

A abertura da série, porém, ainda é a mesma que foi exibida no primeiro episódio em 1970. Olhos azuis em um alvo, pernas correndo com um visual típico da década de 1970, além da famosa música do compositor Klaus Doldinger.

A Tatort é a única série exibida regularmente em bares na Alemanha, onde geralmente são transmitidos jogos de futebol. Assistir ao episódio semanal exibido na noite de domingo num bar, tornou-se uma tradição para fãs de seriados policiais.

No horário do programa, o Twitter também fica movimentado com a hastag tatort, onde os telespectadores escrevem comentários críticos, corrosivos e até mesmo engraçados.

Atualmente, os investigadores mais populares são a dupla de Münster, composta pelo inspetor-chefe Thiel e pelo patologista Karl-Friedrich Boerne. Eles solucionam os casos de maneira não convencional e brigam entre si como um velho casal.

Sucesso internacional

Mas não é só na Alemanha que Tatort faz sucesso. O programa já foi comercializado para mais de 50 países – da Austrália até Belarus. Em 2010, diversos episódios foram exibidos no Irã. Já a Rússia comprou um dos episódios estrelados por Til Schweiger. Na Holanda, a série é exibida regularmente.

Em 1973, um episódio chegou a ser exibido em cinemas nos Estados Unidos. Escrito e dirigido pelo americano Samuel Fuller, "Pomba morta na rua Beethoven" chocou o público alemão com uma história de chantagem louca e num ritmo acelerado para a época. Cortes rápidos, câmara inclinada, música de vanguarda, como um filme americano. Rodado em inglês, esse episódio acabou em indo parar em cinemas dos EUA.

Apesar deste episódio, a série alemã tem pouca popularidade em países de língua inglesa. Porém, a emissora MHz WorldView costuma exibir a Tatort nos Estados Unidos.


Autor: Silke Wünsch, Verena Greb

Notícias