PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Disney planeja cortar 32 mil empregos até março por causa da pandemia

Pandemia do coronavírus provocou o fechamento temporário e uma drástica queda de público nos parques e hotéis da Disney - Charlene Guilliams/Walt Disney World Resort
Pandemia do coronavírus provocou o fechamento temporário e uma drástica queda de público nos parques e hotéis da Disney Imagem: Charlene Guilliams/Walt Disney World Resort
do UOL

Do UOL, em São Paulo

26/11/2020 09h28

A Walt Disney Company planeja cortar 32 mil empregos em seus parques e resorts até março de 2021, de acordo com um documento enviado ontem pela empresa à US Securities and Exchange Commission, órgão que regula o mercado norte-americano.

O número de empregos a serem cortados é maior que o anunciado em setembro (28 mil). A redução na força de trabalho é reflexo da pandemia do coronavírus, que provocou o fechamento temporário e uma drástica queda de público nos parques e hotéis da Disney.

A empresa emprega cerca de 155 mil pessoas em sua rede de turismo. Além dos Estados Unidos (Flórida e Califórnia), a Disney possui parques na China, Japão e França.

Além das demissões, a empresa cita uma série de ações adotadas pela diretoria com o objetivo de reduzir custos. Entre elas estão a suspensão do pagamento de dividendos, adiamento de projetos e a redução de despesas não obrigatórios, especialmente com marketing.

"Algumas dessas medidas podem ter impacto adverso em nosso negócio", afirmou a Disney no documento.

A empresa disse ainda que novas medidas para mitigação de riscos podem ser adotadas futuramente para enfrentar a crise.

Notícias