PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Como Fusca estilizado virou sala de aula para professor ensinar Física

Divulgação
Imagem: Divulgação
do UOL

Simone Machado

Colaboração para o UOL

25/11/2020 04h00

Você já imaginou aprender sobre o teorema da energia cinética ou sobre os tipos de pressão usando um Fusca? As matérias que são estudadas em física podem até parecer que não têm ligação nenhuma com o veículo que foi um dos mais vendidos no mundo, mas o professor Fred Zenorini, de Bragança Paulista, interior de São Paulo, vem mostrando que esses dois universos têm tudo a ver.

Ir além das fórmulas, contas e tentar fazer uma aula de física de maneira criativa, aproximando a matéria escolar o máximo possível da realidade dos alunos mostrando que ela é importante e está presente nas coisas mais simples do dia a dia. Foi com esse objetivo que o professor Fred criou o "Física no Fusca".

O projeto começou em 2011 de maneira despretensiosa. Ao perceber que seus alunos do Ensino Médio não estavam entendendo muito a matéria, Fred decidiu levar a turma até o estacionamento da escola, e com o seu carro mostrar na prática o que estava sendo ensinado em sala de aula. Na época Fred não tinha um Fusca ainda.

"Lembro-me que eu estava ensinando sobre termodinâmica e a maneira mais fácil de entender é mostrar como funciona um motor de um carro e como é feita a combustão. Quando abri o capô para mostrar, percebi que todos passaram a se interessar mais pela matéria", conta o professor.

A partir daí Fred teve a ideia de ensinar física de maneira dinâmica usando todo o funcionamento de um carro como exemplo prático para a teoria ensinada através dos livros. Mas para isso ele não queria qualquer carro, queria um Fusca.

Física no Fusca - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

"Fusca é um carro popular e bem simples. Queria passar essa mensagem para os alunos, que a física é simples como um Fusca", conta.

O professor procurou até que encontrou um Fusca que estivesse bem conservado. Além de servir de laboratório para suas aulas, o veículo também é seu meio de transporte atual.

É com o Fusca que o professor ia até a escola para dar aulas, antes da pandemia. Com a chegada do novo coronavírus, as aulas estão sendo ministradas remotamente, mas mesmo assim o Fusca continua sendo usado como exemplo prático nas aulas virtuais.

O Fusca azul, ano 79, é todo estilizado. Sua lataria é decorada com adesivos com fórmulas de física e com imagens de importantes físicos como Isaac Newton e Galileu Galilei.

"Cada área da física está retratada em uma parte do carro. Os faróis são onde estudamos ótica. Nas laterais é onde estudamos as leis da mecânica. E na parte de trás os adesivos são relacionamos a termodinâmica, que está relacionado ao motor e eletricidade", explica o professor.

Além disso, o veículo é equipado com objetos que podem ser usados nas explicações de física, como uma roda de bicicleta, um simulador de motor - como ele é por dentro - e diversos outros equipamentos que ficam dentro do veículo e ajudam nas explicações.

"Hoje temos que ter uma abordagem moderna na educação, não dá mais para ficar somente na lousa, cadernos ou até mesmo computador. A aprendizagem precisa ser ativa e é isso que tento passar com o projeto 'Física no Fusca'", acrescenta Fred.

Projeto "Física no Fusca" invade a internet

Para expandir conhecimento e atingir ainda mais alunos, o professor Fred utiliza as redes sociais e um canal no Youtube para ensinar física usando o Fusca.

Diversos vídeos e conteúdos sobre as matérias são postados e podem ser acessados por qualquer aluno.

Notícias