PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Alemanha registra 410 mortes por covid-19 e atinge recorde de vítimas

Funcionária realiza testes para coronavírus em laboratório em Bonn, Alemanha - POOL New
Funcionária realiza testes para coronavírus em laboratório em Bonn, Alemanha Imagem: POOL New

25/11/2020 11h53

A Alemanha registrou nesta quarta-feira a notificação de mais 410 mortes por Covid-19, o maior número de vítimas que constam em um mesmo boletim desde o início da pandemia da doença provocada pelo novo coronavírus.

A alta na marca mais elevada é alarmante, já que a anterior era de 315, contabilizada em 16 de abril, no auge da primeira onda de contágio.

O total de vítimas na Alemanha, segundo dados do Instituto Robert Koch (RKI), a agência local de epidemiologia, saltou dessa forma para 14.771.

Ainda de acordo com o órgão, nas últimas 24 horas, foram notificados 18.633 casos de infecção pelo novo coronavírus, cerca de mil a mais do que na quarta-feira da última semana.

No entanto, o número é inferior ao recorde durante a pandemia, de 23.648, registrado na última sexta-feira. O total de positivos no país chegou a 961.320.

Reunião com estados

A chanceler alemã, Angela Merkel, terá uma nova reunião com os governantes dos estados-federados nesta quarta-feira, uma semana após não obter consenso para tornar mais rígidas as medidas que estão em vigor desde 2 de novembro, como pretendia a líder.

Os políticos locais aceitaram prolongar as medidas vigentes atualmente, até 20 de dezembro, inclusive, endurecer algumas delas, para aliviá-las durante as festas de fim de ano.

Desde o último dia 2, estão fechados os estabelecimentos de entretenimento noturno, bares e restaurantes, não é permitido público em eventos culturais e esportivos.

Além disso, foi recomendado que não haja deslocamento da população entre as diferentes regiões do país, exceto por casos enquadrados como essenciais.

A expectativa é que o governo de Merkel tente aprovar a extensão dos auxílios econômicos decretados no início deste mês, para compensar a crise em diversos setores econômicos.

As compensações podem chegar até 75% das perdas registradas, na comparação com as receitas do ano pasasdo. O pacote pode chegar a 20 bilhões de euros (R$ 128,3 bilhões), segundo aponta a imprensa alemã.

Notícias