PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Taguaí: Empresa diz que ônibus era 'lotação' contratada por funcionários

do UOL

Felipe Munhoz

Colaboração para o UOL, em Lençóis (BA)

25/11/2020 11h47Atualizada em 25/11/2020 20h28

O advogado da empresa Stattus Jeans Indústria e Comércio Ltda, Emerson Fernandes, confirmou que o ônibus que sofreu acidente com um caminhão e deixou dezenas de mortos na Rodovia Alfredo de Oliveira Carvalho, entre Taguaí e Taquarituba, na região de Avaré, no interior de São Paulo, levava funcionários da companhia têxtil para o trabalho. Segundo ele, o ônibus era uma espécie de 'lotação' contratada pelos próprios empregados, sem ligação direta com a Stattus Jeans.

Todos os ocupantes eram da cidade de Itaí, informou o advogado. De acordo com a PM e o Corpo de Bombeiros, ao menos 41 pessoas morreram e 12 ficaram feridas no acidente.

"Estamos trabalhando junto com o senhor Gustavo, da prefeitura de Itaí na intenção de liberar os corpos o mais rápido possível para ajudar nos velórios em Itaí. Todas as pessoas eram desta cidade. É importante dizer que o ônibus não tinha ligação com a empresa, era tipo uma terceirizada contratada pelos funcionários, como se fosse uma lotação para vir para o trabalho em Taguaí", disse Fernandes ao UOL.

O advogado informou que a empresa já teve alguns ônibus que buscavam os trabalhadores, mas que, há algum tempo, deixou de fornecer este serviço e os funcionários foram atrás de contratar uma empresa para transportá-los para o trabalho.

As vítimas estão sendo levadas para os hospitais de Taguaí, Fartura, Taquarituba. A região tem inúmeras fábricas têxteis, a maioria concentrada em Taguaí. Geralmente, estes ônibus buscam os funcionários das cidades da região para o trabalho.

onibus - Reprodução/GloboNews - Reprodução/GloboNews
Imagem: Reprodução/GloboNews

De acordo com o advogado, a companhia têxtil está auxiliando na identificação das vítimas, mas ainda não tem todos os nomes. "A empresa está no local consternada, extremamente abalada com o ocorrido e prestando auxílio. Ainda não temos informações sobre as pessoas que entraram em óbito. Estamos ajudando o tenente da Polícia Rodoviária com pessoas da empresa no local para o reconhecimento das vítimas", afirmou.

Todos os corpos foram encaminhados para o IML (Instituto Médico Legal) de Avaré.

mapa - Arte/UOL - Arte/UOL
Mapa mostra localização onde ônibus e caminhão bateram, com mais de 40 mortes
Imagem: Arte/UOL

Prefeitura de Taguaí decreta luto

A Prefeitura de Taguaí decretou luto oficial de três dias nas repartições públicas do município em razão do acidente e lamentou as mortes na página oficial do Facebook.

"Hoje a cidade amanheceu com a triste notícia de um acidente envolvendo um caminhão e um ônibus com trabalhadores de confecção que vinham de Itaí e Taquarituba para Taguaí. Informações mais detalhadas ainda estão sendo apuradas pelos órgãos competentes. Externamos nossos sinceros sentimentos às famílias, amigos, à empresa e colegas de trabalho destes que se foram. Dia triste", escreveu.

Notícias