PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Peugeot revela detalhes da Landtrek; picape chega ao Brasil em 2022

do UOL

Do UOL, em São Paulo (SP)

24/11/2020 20h25

Resumo da notícia

  • Projeto feito com chinesa Changan estreia na região a partir de 2021
  • Landtrek não deve ser lançada no Brasil antes do fim do ano que vem
  • Picape 'inspirada na Hilux' terá capacidade de carga superior a 1.000 kg

A Peugeot revelou na noite de hoje (24) novos detalhes e informações da Landtrek.

A Landtrek será oferecida nos mercados da América Latina em duas motorizações: as versões mais baratas terão um 1.9 turbodiesel, que entrega 150 cv e torque máximo de 35 kgfm, associado ao câmbio manual de 6 velocidades.

Já as configurações mais caras virão com um motor 2.4 turbodiesel, capaz de render 210 cv e com torque máximo de 32,6 kgfm. Neste caso, haverá duas opções de transmissão: manual ou automática, ambas com 6 marchas.

A assessoria de imprensa da Peugeot do Brasil afirmou que as especificações mecânicas não estão definidas, mas que o produto "atenderá as especificações e necessidades locais".

A capacidade de carga será de até 1.200 kg, sendo capaz de rebocar até 3.500 kg. O ângulo de entrada é de 29 graus e o de saída é de 27 graus, com capacidade imersiva de até 600 milímetros.

No Brasil só em 2022

A picape média será lançada no México no ano que vem e aporta por aqui apenas em 2022.

A empresa afirma que, após o mercado mexicano, a Landtrek será lançada em mercados como Uruguai, Chile, Paraguai, Panamá, Peru e República Domicana. Esta fase será realizada entre os anos de 2020 e 2021. Apenas em um segundo momento é que o modelo chegará à Argentina e Brasil, já em 2022.

"Decidimos voltar ao segmento (de picapes) para desenvolver a marca Peugeot fora da Europa e entrar no segmento de utilitários, no qual 77% das vendas são de picapes. Neste mercado, um em cada dois veículos utilitários vendidos é uma picape. É assim que a Landtrek se converterá em uma poderosa arma para conquistar novos clientes fora da Europa", afirmou Jean-Philippe Imparato, CEO da Peugeot.

Patrice Lucas, presidente da Peugeot América Latina, ressaltou a importância da picape na estratégia da empresa no continente.

"A América Latina é uma região chave para o desenvolvimento de veículos utilitários do grupo PSA. Na região, este segmento representa 25% de nossas vendas totais. Com este novo produto nossa gama será mais ampla e mais competitiva".

Segundo Imparato, a Landtrek rodou mais de 2 milhões de quilômetros em testes pela América Latina, especialmente em países como Argentina e Brasil.

Por que entrar na briga de picapes?

Landtrek 1 - Divulgação - Divulgação
Marca aposta em tradição no segmento de utilitários para fazer sucesso
Imagem: Divulgação

A fabricante citou quatro pilares para retornar a um segmento tão concorrido como o de utilitários.

O primeiro deles é a história, uma vez que a marca possui tradição em veículos utilitários como a 504. O segundo deles é a presença da marca no segmento de utilitários: em alguns países, a empresa lidera a categoria, como no Chile, ou a vice-liderança, caso da Argentina.

O terceiro deles é o know how em robustez, que, segundo a marca, está comprovado pelos êxitos da Peugeot em provas como o Rali Dakar.

Por fim, o último deles está na possibilidade de conquistar novos clientes.

Origem chinesa

Landtrek 2 - Divulgação - Divulgação
Promessa da Peugeot é de transportar mais de 1.000 kg de carga
Imagem: Divulgação

A Landtrek é fruto de uma parceria firmada com a chinesa Changan. No país asiático, aliás, o projeto da picape é aproveitado em outros dois modelos: Changan Hunter e Kaicene F70.

Com 5,33 metros de comprimento e 1,92 metro de largura, a novidade da Peugeot terá uma caçamba com 1,63 metro de comprimento e 1,22 metro de largura.

As versões mais caras devem vir com itens como central multimídia com tela tátil de 10 polegadas e suporte a Android Auto e Apple CarPlay, disco rígido de 10 GB e um sistema de visão panorâmica em graus, incluindo uma função de visão 3D - semelhante ao oferecido em modelos como o Ford Territory.

Alguns elementos de estilo, como a grade mais "bicuda" e o desenho da grade frontal, realçam o parentes com outros modelos da marca.

Por dentro, a marca ressalta a presença de referências ao restante da gama, como no desenho dos botões no formato de teclas de piano, algo presente em carros como 3008 e o novo 208.

Inspiração na Hilux

Landtrek 3 - Divulgação - Divulgação
Marca não esconde inspiração na Toyota Hilux
Imagem: Divulgação

A Peugeot não tem vergonha de admitir que a Toyota Hilux foi uma das referências no projeto da Landtrek.

"Nossa referência no desenvolvimento do projeto foi a Toyota Hilux. Precisamos lançar um produto que tenha o mesmo nível de confiabilidade. Sabíamos que um dia a gente lançasse um produto nesta categoria ele precisaria ser imparável e fácil de reparar", afirmou Imparato.

Notícias