PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Joe Biden trabalhará para acabar com pena de morte nos EUA, diz secretário

O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, é contra a pena de morte - Roberto Schmidt/AFP
O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, é contra a pena de morte Imagem: Roberto Schmidt/AFP
do UOL

Colaboração para o UOL, em Santos

21/11/2020 16h56

O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, trabalhará pelo fim das execuções de pessoas condenadas à pena de morte e pelo fim do uso da punição, disse o secretário de imprensa do democrata, TJ Tucklo, hoje.

A declaração é dada no momento em que o Departamento de Justiça do país marca três execuções para antes da posse de Biden, em janeiro. As informações são da agência Associated Press.

"Biden se opõe à pena de morte agora e no futuro", disse o secretário.

Ontem, o Departamento de Justiça dos EUA marcou a pena de morte de Alfred Bourgeois para 11 de dezembro, de Cory Johnson para 14 de janeiro e de Dustin Higgs para 15 de janeiro.

A Agência Federal de Prisões dos EUA realizou sua oitava execução na última quinta (19), depois de um hiato de 17 anos.

Notícias