PUBLICIDADE
Topo

Imposto de renda

IR: Receita abre na 2ª a consulta a restituições que ficaram na malha fina

Ao todo, mais de R$ 399 milhões em crédito vão ser depositados a 198.967 contribuintes em 30/11 - Cesar Conventi/Fotoarena/Estadão Conteúdo
Ao todo, mais de R$ 399 milhões em crédito vão ser depositados a 198.967 contribuintes em 30/11 Imagem: Cesar Conventi/Fotoarena/Estadão Conteúdo
do UOL

Do UOL, em São Paulo

20/11/2020 14h51Atualizada em 20/11/2020 15h36

A Receita Federal vai abrir na próxima segunda-feira (23), às 10h, a consulta ao lote residual de restituição do Imposto de Renda - Pessoa Física (IRPF) do mês de novembro. Os mais de R$ 399 milhões em crédito para 198.967 contribuintes serão depositados na semana seguinte, em 30 de novembro.

Deste total, R$ 143,8 milhões se referem aos contribuintes que têm prioridade legal, sendo 3.559 idosos acima de 80 anos, 26.599 entre 60 e 79 anos, 2.924 contribuintes com alguma deficiência física, mental ou moléstia grave e 12.312 cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Foram contemplados ainda 153.573 contribuintes não prioritários que entregaram a declaração até o último dia 12 de novembro.

Para saber se teve a declaração liberada, o cidadão deve consultar a página oficial da Receita na internet. No Portal e-CAC, é possível acessar o serviço "Meu Imposto de Renda" e ver se há algum erro nos dados identificado pelo processamento. Nesta hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a regularização, entregando uma declaração retificadora.

A Receita disponibiliza, ainda, aplicativo para tablets e smartphones que facilita consulta às declarações do IR e situação cadastral no CPF. No app, é possível consultar diretamente nas bases da Receita informações sobre liberação das restituições e o cadastro do contribuinte.

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá pedi-la pela internet, mediante o Formulário Eletrônico - Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no Portal e-CAC, no serviço "Meu Imposto de Renda".

Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos). Também é possível fazer o agendamento do depósito no Portal BB.

Imposto de renda