PUBLICIDADE
Topo

Notícias

SUV do HB20 e Hyundai inéditos são flagrados 'largados' a céu aberto em SP

Da esquerda para a direita: novos Veloster, Elantra, Venue e outros Hyundai inéditos foram flagrados sob o sol em estacionamento na Zona Sul da capital paulista  - Leandro Alvares/Arquivo pessoal
Da esquerda para a direita: novos Veloster, Elantra, Venue e outros Hyundai inéditos foram flagrados sob o sol em estacionamento na Zona Sul da capital paulista
Imagem: Leandro Alvares/Arquivo pessoal
do UOL

Alessandro Reis

Do UOL, em São Paulo (SP)

18/11/2020 04h00Atualizada em 18/11/2020 20h56

Regulamente, as montadoras importam carros inéditos para determinado mercado, seja para realizar testes de homologação antes do respectivo lançamento, seja como um "balão de ensaio", para testar a receptividade dos consumidores.

Muitos deles, de fato, nunca chegam às concessionárias e acabam sendo repassados a executivos antes de desembarcarem no mercado de usados.

Por padrão, esses automóveis são guardados a sete chaves, longe da vista do público, ou cobertos por alguma camuflagem.

Porém, não foi o que aconteceu com veículos da Hyundai nunca lançados aqui. Exemplares da nova safra de carros da marca sul-coreana, como Veloster, Elantra, Sonata, Kona e Venue foram flagrados recentemente a céu aberto em um estacionamento na Zona Sul da capital paulista.

Carros da Hyundai não lançados em estacionamento de SP Elantra N-Line - Leandro Alvares/Arquivo pessoal - Leandro Alvares/Arquivo pessoal
Novo Hyundai Elantra N Line chama a atenção não só pela cor azul, mas pelo design ousado
Imagem: Leandro Alvares/Arquivo pessoal

Sem placas brasileiras, esses carros poderiam muito bem ser atrações da fabricante no Salão do Automóvel, caso o evento não fosse adiado neste ano.

Em vez disso, na ocasião em que foram fotografados, há cerca de uma semana, repousavam sob os efeitos do clima - a julgar pela camada de poeira, alguns aparentavam estar há um bom tempo no local.

As imagens que você vê aqui foram gentilmente cedidas pelo jornalista e youtuber Leandro Alvares, do canal "De Carona com Leandro".

Sabemos que esses veículos foram importados pela Hyundai Motor Brasil, que produz localmente a linha HB20 e o Creta - e não pela Caoa, importadora oficial da marca no País.

Por meio de nota, a Hyundai diz que os carros são "de uso interno" e não comenta se há planos de vendê-los aqui.

"Os veículos são de uso interno da Hyundai que, a partir do Brasil, coordena as operações comerciais na América Central e do Sul, locais onde esses modelos são vendidos regularmente", diz a companhia.

Para se ter uma ideia, Kona e Veloster hoje são vendidos no mercado argentino.

SUV do HB20

Carros da Hyundai não lançados em estacionamento de SP Venue - Leandro Alvares/Arquivo pessoal - Leandro Alvares/Arquivo pessoal
Venue já foi flagrado em testes na Argentina e aqui poderia ser a versão SUV do nosso HB20
Imagem: Leandro Alvares/Arquivo pessoal

Em primeiro lugar, para quem estranhou o visual do novo HB20, especialmente a grade frontal, é melhor ir se acostumando.

O design de praticamente toda a linha atual da Hyundai vendida lá fora traz a mesma linguagem e aparência ainda mais extravagante, como demonstram os carros "largados" no estacionamento.

Dentre eles, o que aparenta ter mais potencial de ser vendido e até produzido no Brasil é o Venue, conforme UOL Carros noticiou no ano passado.

Revelado no Salão de Nova York em 2019, o Venue é um utilitário esportivo compacto global, comercializado em mercados como o norte-americano.

Exibindo carroceria quadrada e dianteira fora do convencional, com grade de grandes dimensões e faróis divididos em duas seções, ele pode ser considerado o SUV do HB20 ou um míni Creta - sim, a nova geração do Creta, com estreia no Brasil prevista para 2021, terá aparência bem semelhante e polêmica.

Carros da Hyundai não lançados em estacionamento de SP Venue - Leandro Alvares/Arquivo pessoal - Leandro Alvares/Arquivo pessoal
Desenho mais convencional da traseira do Venue contrasta com dianteira que deve causar polêmica
Imagem: Leandro Alvares/Arquivo pessoal

O Venue traz interior parecido com o do hatch compacto e dimensões diminutas: são 4,04 m de comprimento, 2,52 m de entre-eixos, 1,77 m de largura e 1,56 m de altura.

Nos Estados Unidos, é vendido com motor 1.6 aspirado de 123 cv e 18,4 kgfm de torque, com câmbio CVT e tração sempre dianteira.

Aqui, seria rival de modelos como VW Nivus e Honda WR-V.

Sua produção em Piracicaba (SP) demandaria investimento, pois hoje a planta está adequada para atender a demanda por Creta e HB20. Outra possibilidade seria importá-lo, mas o dólar alto traz dúvidas sobre a viabilidade.

Além do pequeno Venue, merece destaque o Kona, já disponível aos vizinhos argentinos e comercializado também nos EUA.

Hyundai Kona - Divulgação - Divulgação
Kona é vendido na Argentina e também foi flagrado em SP; esta é uma foto de divulgação
Imagem: Divulgação

Este seria posicionado no Brasil acima do Creta e abaixo do Tucson.

Traz aparência mais palatável e mede 4,16 m de comprimento, 2,60 m de entre-eixos, 1,80 m de largura e 1,55 m de altura. Tem praticamente o mesmo entre-eixos do Creta e é 13 cm mais curto.

No mercado norte-americano, tem motor 2.0 aspirado de 150 cv e 18,2 kgfm, mais transmissão automática de seis velocidades.

Carros da Hyundai não lançados em estacionamento de SP Elantra N-Line traseira - Leandro Alvares/Arquivo pessoal - Leandro Alvares/Arquivo pessoal
Traseira do esportivo Elantra N Line traz vincos bem marcados e uma asa que lembra 'rabo de peixe'
Imagem: Leandro Alvares/Arquivo pessoal

Também foram flagrados modelos já comercializados anteriormente aqui, mas que hoje estão fora de linha, como o novo Sonata e a geração atual do Veloster, esta equipada com motor 1.6 turbo de aproximadamente 200 cv e câmbio automatizado de dupla embreagem - conjunto mecânico mais empolgante que o 1.6 aspirado de 128 cv do modelo vendido aqui alguns anos atrás.

Outro carro que chama a atenção é o novo Elantra, também fotografado no estacionamento, em dois exemplares. O azul das fotos é da versão esportiva N Line, equipada com propulsor 1.6 turbinado de 204 cv e 27 kgfm e transmissão automática de sete marchas. Seria um rival à altura do VW Jetta GLI?

Notícias