PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Exxon tem 3º prejuízo consecutivo com pandemia atingindo demanda e preços

30/10/2020 09h57

(Reuters) - A Exxon Mobil Corp reportou seu terceiro prejuízo trimestral consecutivo nesta sexta-feira e detalhou cortes de gastos mais profundos que estão por vir, à medida que as principais petrolíferas se recuperam do impacto da Covid-19 na demanda e nos preços de energia.

O maior produtor de petróleo dos EUA em volume planeja cortar seus investimentos em 2021 para entre 16 bilhões e 19 bilhões de dólares, ante planejados 23 bilhões de dólares este ano.

A empresa também disse que estava reavaliando suas reservas de gás natural na América do Norte e poderia realizar baixa de cerca de 25 bilhões a 30 bilhões de dólares --mas apenas se mudar seus planos de desenvolvimento de longo prazo. Está avaliando esses ativos neste trimestre.

A Exxon não teve baixas contábeis nos campos de xisto este ano e há muito diz que acredita que a demanda por seus produtos crescerá à medida que mais pessoas ingressarem na classe média globalmente.

O prejuízo líquido da Exxon no terceiro trimestre foi de 680 milhões de dólares, ou 15 centavos por ação, em comparação com um lucro de 3,17 bilhões de dólares, ou 75 centavos por ação, um ano antes.

A empresa espera exceder as metas de redução de despesas de capital em 2020 e prevê novos cortes em 2021.

Esta semana, o produtor de petróleo dos EUA disse que cortaria sua força de trabalho em cerca de 15% e manteria o dividendo do quarto trimestre estável em 87 centavos de dólar por ação, sinalizando que 2020 será o primeiro ano desde 1982 em que não aumentou seu pagamento aos acionistas.

Os preços de petróleo dos EUA caíram 39% desde o início do ano e a demanda global diminuiu devido à pandemia de Covid-19.

(Por Jennifer Hiller em Houston e Arathy S Nair em Bengalore)

Notícias