PUBLICIDADE
Topo

Notícias

As principais verificações da AFP nesta semana

30/10/2020 10h05

Rio de Janeiro, 30 Out 2020 (AFP) - Veja a seguir a seleção das principais verificações da AFP nesta semana:

1 - STF DECIDE SOLTAR TODOS OS PRESOS QUE TENHAM FILHOS MENORES

Publicações que somam mais de 10,8 mil interações desde o último dia 20 de outubro afirmam que o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu soltar todos os presos que sejam pais, ou responsáveis, de menores de 12 anos, ou pessoas com deficiência. Mas isto é falso. Na verdade, a decisão tomada pelo tribunal substitui a prisão cautelar pela domiciliar e apenas quando o indivíduo comprova importância na criação e suporte da criança, ou pessoa com deficiência.

http://u.afp.com/DecisaoSTF

2 - BRASIL POSSUI O MENOR SALÁRIO MÍNIMO DA AMÉRICA DO SUL

Uma tabela que compara os supostos salários mínimos de países da América do Sul foi compartilhada milhares de vezes em redes sociais desde meados de outubro. De acordo com os dados, a remuneração brasileira seria a menor da região, e a da Argentina, a maior. No entanto, com exceção do salário mínimo do Brasil, todos os valores da tabela estão incorretos. O país sul-americano com a menor remuneração mínima é, na verdade, a Venezuela, e a maior é a do Chile.

http://u.afp.com/SalariosAmerica

3 - COMÍCIO DE TRUMP FICA LOTADO ENQUANTO DE BIDEN ESTÁ VAZIO

Uma montagem que soma mais de 2,6 mil interações nas redes sociais desde o último dia 24 de outubro mostra duas fotografias: uma, de um comício de Donald Trump, e outra, de um evento supostamente do mesmo tipo, mas de Joe Biden, ironizando o fato de o primeiro estar nitidamente mais cheio que o segundo. Apesar das afirmações, a imagem do comício de Trump data de junho de 2019, antes da detecção do novo coronavírus, enquanto o evento de Biden se tratou de uma reunião fechada com comerciantes locais, em meio à pandemia.

http://u.afp.com/ComiciosEUA

4 - CANDIDATO DEMOCRATA PROMETEU LEGALIZAR O ABORTO EM QUALQUER MÊS NOS EUA

Publicações compartilhadas mais de mil vezes em redes sociais desde o início de outubro afirmam que Joe Biden, candidato democrata à Presidência dos Estados Unidos, prometeu legalizar o aborto em qualquer momento da gestação. Na verdade, Biden disse que, se eleito presidente, irá propor uma lei baseada na decisão Roe vs Wade, da Suprema Corte norte-americana em 1973, que permite o aborto enquanto o feto não é viável.

http://u.afp.com/AbortoBiden

5 - LÍDER NAZISTA DISSE QUE, PARA ESCRAVIZAR AS PESSOAS, BASTA ASSUSTÁ-LAS

Publicações compartilhadas mais de 10 mil vezes em redes sociais desde o último mês de setembro asseguram que o dirigente nazista Hermann Goering disse que gerar medo é um método eficiente para escravizar as pessoas. Segundo os usuários, a declaração foi dada em seu julgamento nos tribunais de Nuremberg, mas não há registro de tal fala nas transcrições do processo.

http://u.afp.com/GoeringEscravizar

6 - HOMEM COM TATUAGEM DO EX-PRESIDENTE LULA E TORNOZELEIRA ELETRÔNICA

Uma foto de um homem com uma tatuagem do rosto do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na mesma perna em que supostamente usa uma tornozeleira eletrônica foi compartilhada mais de mil vezes em redes sociais desde meados de setembro deste ano. Trata-se, no entanto, de uma montagem: o dispositivo de monitoramento foi incluído digitalmente no registro.

http://u.afp.com/TornozeleiraLula

7 - PANDEMIA DE COVID-19 É UMA FRAUDE UMA VEZ QUE TESTES PCR NÃO DETECTAM INFECÇÃO

Publicações compartilhadas milhares de vezes em redes sociais desde meados de outubro replicam a alegação, feita pelo advogado alemão Reiner Fuellmich, de que teriam sido cometidos "crimes contra a humanidade" durante a gestão da crise do novo coronavírus no mundo. De acordo com as postagens, a pandemia atual é "uma fraude", uma vez que os testes PCR não detectam a infecção causada pelo Sars-CoV-2. Assim como muitas outras difundidas por Fuellmich, esta afirmação é falsa, conforme explicaram especialistas consultados pela AFP.

http://u.afp.com/PandemiaFraude

mcp/tt

Notícias