PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Homem esfaqueia segurança em consulado francês na Arábia Saudita

A vítima trabalha para uma empresa terceirizada de segurança - Sameer Al-Doumy
A vítima trabalha para uma empresa terceirizada de segurança Imagem: Sameer Al-Doumy

29/10/2020 08h28

Um homem esfaqueou hoje um guarda no Consulado-Geral da França em Jidá, uma das principais cidades da Arábia Saudita.

Segundo comunicado da Embaixada francesa no país árabe, a vítima trabalha para uma empresa terceirizada de segurança, e o agressor foi detido pela polícia saudita "imediatamente após o ataque".

"O guarda foi transferido para um hospital, e sua vida não corre perigo", diz a nota da sede diplomática, que também pede para os cidadãos franceses na Arábia Saudita terem "vigilância máxima".

Além disso, a Embaixada expressou sua "confiança nas autoridades sauditas para jogar luz nesse ataque e garantir a segurança da comunidade francesa no país".

O crime ocorre em meio à crescente tensão entre a França e nações muçulmanas por conta das charges do profeta Maomé publicadas pelo semanário satírico Charlie Hebdo.

Um discurso do presidente Emmanuel Macron em defesa da liberdade de expressão nas caricaturas gerou protestos no mundo islâmico, inclusive na Arábia Saudita, monarquia sunita conhecida pela repressão a outras crenças e a opositores.

Também nesta quinta-feira, um suposto jihadista matou três pessoas a facadas na Basílica de Notre-Dame, em Nice, na França.

O caso é investigado pelo braço antiterrorismo do Ministério Público.

Notícias