PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Ataque na França 'semeou morte em lugar de amor', diz Vaticano

29/10/2020 09h23

ROMA, 29 OUT (ANSA) - O diretor da Sala de Imprensa do Vaticano, Matteo Bruni, condenou nesta quinta-feira (29) o ataque que deixou três mortos na Basílica de Notre-Dame, em Nice, na França.   

"Vivemos um momento de dor, um tempo de confusão. O terrorismo e a violência jamais podem ser aceitos", declarou o porta-voz, acrescentando que o atentado "semeou morte em um lugar de amor e consolação".   

Segundo Bruni, o papa Francisco foi informado da situação e está "ao lado da comunidade católica em luto". "Ele reza pelas vítimas e seus entes queridos, para que a violência acabe, para que voltemos a nos olhar como irmãos e irmãs, não como inimigos, para que o amado povo francês possa reagir unido contra o mal".   

Em 26 de julho de 2016, um padre de 85 anos, Jacques Hamel, já havia sido degolado por jihadistas em pleno altar de uma igreja de Saint-Étienne-du-Rouvray, no norte da França. O Vaticano abriu um processo para beatificar o sacerdote como mártir.   

(ANSA).   

Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Notícias