PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Rússia bate recorde diário de mortes por covid-19 com 320 novas vítimas

27/10/2020 14h40

Moscou, 27 out (EFE).- A Rússia registrou 320 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, o maior número de óbitos em um dia desde o início da pandemia, de acordo com informações divulgadas nesta terça-feira pelas autoridades sanitárias do país.

Segundo estatísticas oficiais, 16.550 novos positivos para coronavírus foram detectados no último dia, 4.312 deles em Moscou, que é o principal foco de infecção do país.

A capital russa acumula 405.352 infecções e 6.503 mortes por covid-19, sendo 61 delas nas últimas 24 horas.

Apesar do significativo aumento dos casos nas últimas semanas, em que as infecções diárias mais do que duplicaram, as autoridades russas descartaram a adoção de medidas drásticas como confinamento, toque de recolher ou paralisação de setores econômicos.

Rospotrebnadzor, do Serviço de Defesa do Consumidor, além de recomendar o uso de máscaras em todos os locais públicos, vai proibir, a partir de amanhã, o serviço de alimentação em estabelecimentos noturnos.

Em Moscou, a prefeitura limitou-se por enquanto a ordenar o regime de trabalho remoto para pelo menos 30% dos funcionários de empresas e organizações nos casos em que isso não afeta principalmente suas operações.

Também recomendou que as pessoas com mais de 65 anos e com doenças crônicas permaneçam em casa e saiam apenas em caso de absoluta necessidade.

"O sistema (de saúde) está funcionando hoje em plena capacidade, por isso é imperativo que todos nós possamos nos unir para impedir esse processo infeccioso", disse hoje o ministro da Saúde russo, Mikhail Murashko.

Ele ressaltou que o comportamento responsável dos cidadãos é fundamental para conter a epidemia de covid-19 Com 1.547.774 casos acumulados, a Rússia é hoje o quarto país do mundo em número de positivos, atrás dos Estados Unidos, Índia e Brasil.

Notícias