PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Leopoldo López diz que Pedro Sánchez vê Maduro como "ditador"

27/10/2020 20h11

Madri, 27 out (EFE).- O líder opositor venezuelano Leopoldo López disse nesta terça-feira que o presidente do governo da Espanha, Pedro Sánchez, considera o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, "um ditador" e está firmemente comprometido com eleições livres e democráticas no país sul-americano.

"A posição de Sanchez é claramente que Maduro é um ditador" e que "eleições livres e democráticas devem ser realizadas na Venezuela", disse Leopoldo Lopez em entrevista coletiva após se reunir em Madri com o chefe do governo espanhol, com quem teve uma reunião que ele descreveu como "muito cordial e positiva".

Em sua primeira entrevista coletiva após deixar a Venezuela no último domingo, López declarou que o governo espanhol "não reconhecerá as eleições legislativas" de 6 de dezembro no país sul-americano.

"A posição da Espanha e da Europa será a mesma de 2018, quando as eleições não foram reconhecidas", ressaltou o opositor, que acredita que "a causa da Venezuela deve ser apoiada por aqueles que acreditam em liberdade, democracia e direitos humanos".

Leopoldo López chegou no domingo passado em Madri depois de deixar a residência do embaixador espanhol em Caracas - onde estava desde 30 de abril de 2019 - e atravessar "clandestinamente" a fronteira com a Colômbia, de onde embarcou para a Europa. EFE

ajs-psh/id

(foto) (vídeo)

Notícias