PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Chefe do Parlamento russo exalta Brics por combate às doenças infecciosas

27/10/2020 20h12

Moscou, 27 out (EFE).- O presidente da Duma de Estado Rússia, Vyacheslav Volodin, destacou nesta terça-feira, durante sexto fórum parlamentar do grupo Brics, o papel do país natal e também de Brasíl, Índia, China e África do Sul, no combate às doenças infecciosas, como a Covid-19.

"O potencial dos países Brics neste campo é único. China e Índia estão entre os principais fornecedores de medicamentos do mercado mundial. A África do Sul contra com a maior indústria médica do continente africano, e o Brasil, da América Latina", disse o chefe do legislativo russo, durante a reunião que ocorre por videoconferência.

Volodin garantiu que os parlamentares dos cinco países do grupo devem criar as condições legislativas necessárias para aumentar ainda mais a cooperação dos Brics em matéria de saúde.

"Fazer tudo o que for possível para ampliar a efetividade dos sistemas estatais de controle e luta contra as doenças infecciosas", disse o presidente da Duma de Estado, a Câmara dos Deputados russa.

Além disso, Volodin convocou os demais líderes de legislativos do Brics a desenvolver um sistema conjunto de alerta de ameaças epidemiológicas e citou com exemplo a cooperação entre os cinco países na criação de vacinas contra o novo coronavírus.

O deputado russo ainda pediu que a pandemia da Covid-19 não seja usada para aumentar os embates políticos e a concorrência desleal.

"A cooperação internacional nas áreas de saúde e bem-estar das pessoas devem se contrapor com efetividade a isso", garantiu Volodin.

Na fala durante a reunião, a presidente da Assembleia Nacional da África do Sul, Thandi Modise, destacou que as relações entre os países do grupo Brics melhoraram durante a crise sanitária global.

"Estabelecemos uma cooperação bem sucedida para compartilhar as possibilidades médicas que se complementam entre cada um de nós. Estamos felizes que nossa cooperação seja desenvolvida não apenas em nome da política, mas por aquelas pessoas que representamos", disse.

O representante do Brasil no fórum parlamentar dos Brics seria o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, que teve problemas com a conexão e não conseguiu participar ao vivo do encontro. Um vídeo com discurso do chefe do Legislativo foi enviado, no entanto, apresentou problemas no áudio.

Por fim, o senador Marcos do Val (Podemos-ES), vice-presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado Federal, acabou sendo o representante brasileiro na reunião.

Notícias